Três criminosos morrem em confronto com a Brigada Militar na RSC-453, em Garibaldi

Três criminosos, sendo dois adultos e um adolescente de 17 anos, morreram em confronto com policiais militares do 4º Batalhão de Polícia de Choque (4º BPChq) de Caxias do Sul, na manhã deste sábado, dia 25, na rodovia estadual RSC-453, em Garibaldi.

O confronto ocorreu entre o Trevo da Telasul, entroncamento com a BR-470, e a localidade de Tamandaré. Os criminosos estariam em um automóvel Fiat/Pálio, com placas de Caxias do Sul, e foram interceptados pelos policiais, iniciando o confronto.

Conforme informações preliminares, o setor de inteligência da Brigada Militar tinha a informação de que os bandidos estavam articulando o sequestro de um empresário de Carlos Barbosa. Segundo o comandante do 4º BPChq, Major Diego Rachelle Soccol, a Brigada Militar recebeu as informações sobre o sequestro ainda na sexta-feira, dia 24, e passaram a investigar para obter mais informações.

Nesta manhã, policiais em um veículo a paisana (o mesmo utilizado no confronto que deixou um homem morto no último final de semana no bairro Conceição em Bento), começaram a monitorar a residência do empresário, alvo dos criminosos, quando em dado momento o veículo suspeito, um automóvel Fiat/Pálio, de cor bordô, se aproximou e por diversas vezes passou em frente a residência, até o momento em que os criminosos começaram a filmar o imóvel.

Após isso os policiais iniciaram uma tentativa de abordagem, porém os criminosos ignoraram e iniciou um acompanhamento por ruas do município e BR-470, até a RSC-453, sentido Garibaldi/Farroupilha, quando houve outra tentativa de abordagem.

Dois criminosos desceram do veículo armados com revólveres cal.38 e atiraram contra os policiais militares, que revidaram e atingiram os indivíduos. O motorista do veículo estava de posse de um simulacro de arma de fogo e também foi alvejado durante a troca de tiros com os comparsas.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e atestou o óbito dos três indivíduos. O local está isolado para o trabalho do Instituto Geral de Perícias (IGP). O Grupamento Rodoviário da Brigada Militar também está no local e atua na orientação do trânsito.

Central de Jornalismo / Unidade Móvel Difusora

(KPJ)