Secretaria da Saúde de Garibaldi orienta produtores quanto à Covid-19 durante colheita da uva

A Prefeitura de Garibaldi, através da Secretaria Municipal da Saúde e do Conselho de Desenvolvimento Rural estão orientando os produtores rurais com relação aos cuidados com a higienização durante a colheita da uva. Como o coronavírus pode persistir por horas ou dias, a depender da superfície, da temperatura e da umidade do ambiente, uma das estratégias mais importantes para evitar a exposição é redobrar os cuidados com a higiene.

De acordo com a médica da Secretaria Municipal de Saúde, Natália Rodighero Leal, “é importante orientar os funcionários quanto à higiene pessoal e uso de equipamentos de proteção individual durante a colheita, lavar as mãos com água corrente e sabão, manter as unhas curtas, estar alerta para os sintomas, informar e estar atento se houver casos de contaminados no domicilio ou com quem teve contato recentemente e evitar aglomerações”.

Caso algum funcionário tenha suspeita ou confirmação de contaminação pelo novo coronavírus, devem ser seguidas as recomendações do Ministério da Saúde, e imediato afastamento do colaborador das atividades. Conforme a Secretaria de Saúde, os agentes do ambulatório Covid-19 estarão visitando as comunidades nos próximos dias, orientando as mesmas.

Recomendações gerais:

*Em refeitórios ou locais destinados à alimentação, evitar a aglomeração de pessoas.

*Orientar para que não proceda o compartilhamento de garrafas de água, copos, talheres e outros objeto de uso pessoal.

*Higienizar frequentemente os veículos, as superfícies e os locais de acondicionamento de produtos, equipamentos e utensílios (especialmente na chegada dos funcionários ao local de trabalho e após o encerramento das atividades).

*Para a limpeza podem ser indicados os detergentes, limpadores multiuso que são desengordurantes, limpa-vidros e o próprio álcool em baixas concentrações.

*Para desinfecção das superfícies, podem ser utilizados os seguintes produtos: solução de hipoclorito de sódio a 1% (água sanitária na diluição recomendada no rótulo), álcool 70% líquido ou gel, e os próprios desinfetantes de uso geral.

*Aumentar o espaçamento entre os funcionários. Manter distância mínima de 1 metro entre os trabalhadores durante a colheita.

*Realizar o pagamento de maneira escalonada, de modo a evitar filas e aglomerações.

*Disponibilizar luvas e máscaras (quando recomendável), álcool em gel 70%, água limpa e sabão para higienização frequente das mãos e partes expostas.

*Orientar para que não se proceda qualquer tipo de alimentação durante a atividade de colheita que possa gerar risco de contaminação, respeitando os intervalos a descanso e refeições.

*Aumentar, quando possível, o período de colheita, de modo a reduzir a concentração e fluxo de funcionários.

*Não compartilhar ferramentas e equipamentos de colheita, como peneiras, lonas e sacarias.

*Separar os colhedores por talhões ou carreiras

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Garibaldi
Foto: Reprodução