Santuário de Caravaggio recebeu mais de 15 mil pessoas na manhã deste sábado, 28 de maio

Missa campal reuniu milhares de fiéis e, dentre eles, mais de 350 jovens que participaram da 9ª Romaria da Juventude

As previsões do tempo que demarcavam chuvas para a manhã deste sábado, 28 de maio, não se confirmaram e, segundo a estimativa da Brigada Militar, mais de 15 mil fiéis passaram pelo Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha, no terceiro dia da 143ª Romaria de Caravaggio. A programação de Missas iniciou às 06h e segue até às 17h. A celebração das 10h30min aconteceu na esplanada do Santuário, com a presença de milhares de pessoas e, dentre eles, mais de 350 jovens dos grupos, pastorais e movimentos de evangelização, que participaram da 9ª Romaria da Juventude.

Presidida pelo bispo diocesano de Caxias do Sul, Dom José Gislon, que celebra neste dia, 34 anos de sacerdócio, a Missa foi concelebrada por diversos padres e teve a liturgia e cantos feitos pelos jovens. Em sua homilia, Dom Gislon enalteceu a presença dos jovens, salientou a importância do exemplo de fé dos pais para com os filhos, e recordou a figura materna de Maria, que é mãe de esperança. “Recordo os jovens aqui presentes, os que estão no trabalho, os que estão encarcerados, aqueles que deixaram de acreditar em Deus e crer nas suas potencialidades e que foram vencidos pelos desafios da vida e que estão sem esperança. Diante da Mãe, todos somos filhos e filhas e temos a liberdade de sorrir, de chorar e abraçar, pedir perdão e recomeçar. Coloco diante do manto da Mãe de Caravaggio todos os nossos jovens”.

O reitor do Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Caravaggio, padre Ricardo Fontana, agradeceu aos jovens pela presença na 143ª Romaria de Caravaggio, das quais nove edições são marcadas pela peregrinação da juventude, iniciada em 2014. “Somos gratos a vocês, jovens, que se dispuseram a vir abrilhantar essa festa com o odor da juventude. Não esqueçam que Joaneta era uma jovem mulher de 32 anos, quando Maria lhe apareceu. Queridos jovens, vocês são um grande sinal de esperança”, salientou.

Pela primeira vez na Romaria da Juventude, a jovem Caroline Spigolon caminhou de Caxias do Sul até o Santuário e expressa seu sentimento enquanto liderança do Setor Juventude da Diocese. “Para mim, foi muito gratificante chegar aqui. Foi um pouco difícil, mas valeu a pena estar junto com a nossa juventude. É um sentimento de alegria e de muita felicidade ver que os jovens estão voltando a se encontrar, a se reunir, depois de tanto tempo de pandemia. A alegria vem do calor que os jovens têm no seu coração”.

Já o assessor diocesano do Setor Juventude, padre Marciano Guerra, expressa sua alegria pela presença dos jovens, que atenderam ao chamado de Maria e do Setor Juventude. “É uma alegria podermos retornar ao Santuário de Caravaggio caminhando. Tivemos vários grupos presentes, sendo o que a Romaria da Juventude é: um sinal, seja para nós, de busca da fonte que é Jesus e da presença de Maria em nossa vida, seja para todos os jovens que vêm caminhando”, comenta ao revelar que as previsões de mau tempo deixaram a equipe a serviço do Setor Juventude em dúvida sobre a peregrinação, ato que se confirmou nas primeiras horas deste sábado.

A programação da 143ª Romaria de Caravaggio segue até o domingo, dia 29, com diversas celebrações, récitas do terço, bênçãos e confissões, junto ao Santuário Diocesano, em Farroupilha. Neste ano, a Romaria tem como tema: “Fonte de sabedoria, rogai por nós!”.

SANTUÁRIO DE N. SRA. DE CARAVAGGIO