PRFs salvam bebê que havia se engasgado com leite materno em Bento

Na tarde deste domingo, dia 14, Policiais Rodoviários Federais salvaram uma bebê com apenas 6 dias de vida que foi levada pelos pais até o posto da PRF engasgada. Quando chegou ao posto o bebê não estava respirando, nem esboçava nenhuma reação, mas graças ao pronto atendimento dos policiais foi possível salvar a pequena Isadora.

A equipe da PRF estava no posto quando os pais chegaram junto com a avó trazendo o bebê no colo, a menina de apenas 6 dias não estava respirando e nem esboçando nenhuma reação. Os policiais prontamente atenderam os pais, pegaram a bebê e realizaram a manobra de Heimlich, usada para desobstruir as vias respiratórias, após algumas tentativas a menina voltou a respirar. Logo na sequência os bombeiros também chegaram ao local e a criança foi encaminhada ao hospital para realizar mais exames.

Esse tipo de engasgo não é raro, os bebês já nascem sabendo sugar, porém o processo de sugar e engolir, para alguns, pode levar mais tempo para ser aprendido. O bebê acaba sugando leite rápido demais e não consegue engolir todo o leite que está na sua boca, causando assim o engasgo (também chamado de “afogamento com o leite”).

Durante a sua formação os PRFs recebem treinamento em primeiros socorros e atendimento de emergência, conhecimento esse muito importante no atendimento à acidentes e também em casos como o que ocorreu hoje e salvou uma vida.

Manobra de Heimlich:

A Manobra de Heimlich é o melhor método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas superiores por corpo estranho. Essa manobra foi descrita pela primeira vez pelo médico estadunidense Henry Heimlich em 1974 e induz uma tosse artificial, que deve expelir o objeto da traqueia da vítima

A manobra (tração abdominal) é um procedimento rápido de primeiros socorros para tratar asfixia por obstrução das vias respiratórias superiores por corpo estranho, tipicamente alimentos ou brinquedos.

Central de Jornalismo / Unidade Móvel Difusora

Foto: Ilustração

(KPJ)