Prefeito Pasin emite decreto fechando comércio, indústria e serviços em Bento

O prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, emitiu novo decreto na manhã desta sexta-feira, dia 20, fechando todos os estabelecimentos comerciais, indústrias, serviços e restaurantes a partir das 00h01min deste sábado, dia 21, até o próximo dia 5 de abril, evitando a aglomeração de pessoas para a prevenção da disseminação do novo coronavírus no município.

O comunicado se deu através de transmissão ao vivo pela página da Prefeitura de Bento Gonçalves, conforme preconiza o Ministério da Saúde para evitar aglomerações. Ao lado do prefeito estiveram o secretário da Saúde Diogo Segabinazzi Siqueira e o procurador do município Sidgrei Spassini.

Entre as medidas mais drásticas do novo decreto está o fechamento total de todos os estabelecimentos comerciais, indústrias e serviços do município, mantendo somente os serviços essenciais, como postos de combustíveis (somente o abastecimento, as lojas de conveniência também fecharão), distribuidoras de gás, fruteiras, padarias, confeitarias e supermercados, desde que não haja consumo do local. Restaurantes podem atender de forma facultativa no sistema de delivery ou tele-entrega.

Com relação a rede hoteleira, estão proibidas novas hospedagens a partir da mesma data, e a aglomeração em praças e logradouros do município está proibida. Os serviços públicos essenciais estão mantidos. UBS’s e ESF’s seguem o atendimento, assim como a UPA 24 e o PA Zona Norte, além das farmácias municipais.

Está autorizado no decreto o uso da força policial a todos àqueles que desobedecerem as determinações com a pena de perda de alvará, lacramento e até o fechamento permanente das atividades além de multas pesada aos proprietários. A agências bancárias também se enquadram nas determinações tendo de encerrar os atendimentos presenciais e manter somente o auto-atendimento ou os canais on-line. Esse é o quarto decreto emitido pelo prefeito Guilherme Pasin desde a declaração de pandemia global por parte da Organização Mundial da Saúde. .

Fonte: Central de Jornalismo Difusora