Foragido de Bento é morto em assalto no Mato Grosso

BANDIDO

Um dos integrantes da quadrilha desmantelada em Barros Cassal em julho foi morto em um assalto neste sábado no município de Alta Floresta, no Mato Grosso. O indivíduo havia conseguido escapar de um cerco da Polícia Civil que resultou na captura de outro bandido, também em julho.

Segundo ocorrência policial, dois homens chegaram em uma motocicleta de cor preta e adentraram o estabelecimento, anunciando o roubo e agredindo o namorado da proprietária, que estava viajando. Moacir Santos de Melo de 33 anos acabou reagindo ás agressões sofridas e entrou em luta corporal com o assaltante.

Conseguindo tirar a arma do assaltante, dois disparos foram efetuados atingindo o assaltante, que faleceu no local. Durante a briga, entre vítima e assaltante, o comparsa desferiu alguns golpes de faca contra Moacir, destes pelo menos sete o atingiram. O comparsa fugiu tão logo identificou o outro baleado.

Polícia Militar e Corpo de Bombeiros foram acionados, Moacir foi encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Regional, ao centro cirúrgico, seu estado inspira cuidados. O assaltante que fugiu não foi identificado. Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também estiveram presentes no local. A faca utilizada no crime foi apreendida, a arma não foi encontrada.

Bruno Rodrigues da Silva de 24 anos morreu no local, em seu bolso várias munições de calibre 38 foram encontradas, contra ele havia um pedido de prisão em aberto no estado do Rio Grande do Sul, informação confirmada pelo Chefe de Investigações da PJC, Ilvio Balsan. “Bruninho” como era conhecido, ainda quando menor foi acusado de ser autor de um homicídio no bairro Cidade Alta, em frente à escola estadual Rui Barbosa, crime ocorrido entre 2010 e 2011.

Recentemente “Bruninho” residia no Bairro Boa Nova 2, junto com seus familiares. Seu corpo será velado na funerária Nossa Senhora aparecida no setor F.

O caso foi registrado e segue sendo investigado pela Polícia Judiciária Civil.