Fechamento da escola São Pedro é foco de encontro entre coordenadoria de educação, comunidade e Ministério Público

O encerramento das atividades na Escola Estadual de Ensino Fundamental São Pedro, em Bento Gonçalves, será foco de um encontro que está programado para ocorrer  nesta sexta-feira, dia 3. A reunião, que terá como objetivo prestar esclarecimentos à comunidade sobre o assunto, deverá reunir pais de alunos, representantes do estado no município  e o Ministério Público. As informações são da 16ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

As atividades no local foram finalizadas em função do número de alunos que frequentariam a instituição. Neste ano, seriam nove. Além disso, havia uma dificuldade para a formação de um quadro de profissionais para atuar no educandário. Com isso, há a possibilidade de realocação dos estudantes para as escolas Nossa Senhora da Salete e General Rondon. O assunto foi discutido com os pais anteriormente, conforme a CRE.

A dificuldade para encontrar alguém que pudesse assumir a direção da escola foi elencada pela coordenadora-adjunta da 16ª CRE e coordenadora administrativa, Margarete Tomasini. Além disso, ela ressalta a possibilidade de interação com outras crianças da mesma idade e também de cada turma ter um professor nessas instituições para as quais os estudantes serão realocados.

“Até que ponto vamos sacrificar essas crianças, manter elas naquela realidade se eu posso dar uma realidade melhor para elas”, ressalta, Margarete. Quanto à infraestrutura da escola, ela menciona que o prédio pode ser utilizado de outras maneiras, como por meio da cessão de uso para a comunidade.

No final da tarde desta quarta-feira, dia 1º, uma mobilização foi realizada em frente à instituição de ensino contra o fechamento do educandário. Participou da mobilização a  comunidade do local.

 

Foto: Arquivo