Estado começa recuperação da VRS-813, entre Garibaldi e Farroupilha

A VRS-813, na Serra Gaúcha, é uma das primeiras rodovias recuperadas com recursos do Plano de Obras 2021-2022 do Governo do Estado. Iniciados na última sexta-feira (11/6), os serviços vão melhorar as condições de trafegabilidade de 6,9 km da estrada ao longo deste ano.

Para o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, as ações beneficiam uma das mais conhecidas rotas turísticas do Rio Grande do Sul.

“Elaboramos um grande raio-x da malha rodoviária, detectando pontos críticos de estradas fundamentais para o desenvolvimento do estado, como é o caso da VRS-813″, afirma. “Em breve, renovaremos esse importante caminho para os visitantes que buscam conhecer e apreciar os atrativos dos municípios de Garibaldi e Farroupilha”, completa Costella.

De acordo com o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Luciano Faustino, as atividades destinadas às melhorias do Desvio Blauth começaram no km 8,4 e prosseguem até o km 16,4.

“O trabalho consiste na retirada de aproximadamente cinco centímetros do asfalto que está danificando, substituindo-o por um material novo”, explica o dirigente. “Como resultado, os usuários terão uma pista sem imperfeições, muito mais segura para o tráfego”, projeta.

No total, serão aplicados mais de R$ 39 milhões na manutenção de 275 km de estradas da região. Além da VRS-813, o Plano de Obras contempla ações de conserva em outras oito rodovias da Serra Gaúcha.

Confira os trechos:

– RSC-453 (contorno de Caxias do Sul, Bento Gonçalves a Farroupilha, Lajeado Grande a Tainhas e Acesso Oeste a Caxias do Sul);
– ERS-122 (Farroupilha a Caxias do Sul e São Vendelino a Farroupilha);
– ERS-446 (São Vendelino a Carlos Barbosa);
– VRS-851 (Serafina Corrêa a Rio Carrero);
– ERS-126 (Ibiraiaras a São Jorge);
– ERS-020 (Cambará do Sul a Taquara);
– ERS-110 (Várzea do Cedro a Bom Jesus);
– ERS-444 (Monte Belo do Sul).

 

Fonte: Daer