“Emprego garante o presente, e educação garante o futuro”, diz Argenta no CIC-BG

Empresário do ramo calçadista palestrou nesta quinta-feira sobre empreendedorismo

O empresário Roberto Argenta expôs sua visão humanista como forma de desenvolvimento econômico a partir do investimento das empresas no negócio e nas pessoas em palestra no Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG) no dia 18 de novembro. O presidente da Calçados Beira Rio, empresa surgida em Igrejinha e que mantém toda sua produção no Rio Grande do Sul, gerando empregos a cerca de 9 mil colaboradores, disse que o emprego representa dignidade humana. “O emprego e a educação. O emprego garante o presente, e a educação garante o futuro”, comentou.

Segundo ele, a empresa investe 70% do lucro que obtém. Essa é uma visão que ajudou a construir o crescimento da empresa, desde os tempos que ela era sediada num barracão com teto de zinco. “Eu andava de Fusca, mas antes de trocar de carro, comprei mais máquinas de costura. Morava numa casa alugada de madeira na beira do rio, e primeiro construí uma fábrica nova, porque uma casa nova não ia me dar dinheiro para construí-la”, ensinou.

Investir no negócio, para ele, é fundamental. “Se eu não invisto no meu negócio, eu quero que o banco invista? Qual é a lógica? Ele vai cobrar caro. Quando se investe no negócio, teu empregado vai acreditar no negócio, teu cliente vai acreditar, porque ele sabe que o produto vai melhorar”, prosseguiu.

É com esse pensamento que ele inaugurará, em março do próximo ano, uma nova unidade da Beira Rio em Candelária, gerando 1.780 empregos. Ao todo, são 12 delas espalhadas pelo Estado, e devem, juntas, faturar R$ 3,5 bilhões neste ano com as vendas realizadas para mais de 85 países com suas oito marcas de calçados.

Argenta disse que uma das receitas para empreender com sucesso é apostar continuamente na formação das pessoas. “Você não vai achar no mercado gente pronta, vai ter que formar. À medida que forma, vai trazendo gente com mais experiência, mas a grande maioria é gente de casa, e são as pessoas da fábrica que as formam, porque conhecem a cultura da empresa”, disse, ao mencionar que nos últimos 10 anos a empresa formou mais de 10 mil pessoas com um programa de qualidade chamado Conquistando a Perfeição – para a própria empresa e para prestadores de serviços e fornecedores.

O empresário também citou o foco no cliente, a fim de aperfeiçoar produtos, e a sustentabilidade como fatores para o sucesso. “Nenhuma grande empresa vai sobreviver sem sustentabilidade, nós reaproveitamos 80% dos resíduos”, disse, ressaltando também a credibilidade gerada no mercado. “Somos a única que tem o selo Diamante entre as calçadistas, e isso nos dá facilidade para vender para o mercado externo”.

Tudo isso, claro, se conquista com muito trabalho e formação contínua. “Quando você acha que já sabe tudo, você começa a regredir”, alertou. “É preciso amar teu negócio. Se você ama teu negócio, tua equipe vai amar e teus clientes também”, disse.

Capoani ressalta liderança do empresário

No que chamou de um “encontro de inspiração”, o presidente do CIC-BG, Rogério Capoani, destacou a capacidade de agir do empresário Roberto Argenta. “É um empresário notável, um incansável ser humano capaz de mudar a vida das pessoas através de sua liderança nata e extremamente ativa, pois se alicerça no simples escopo do fazer”, disse Capoani.

Assim, continua o presidente do CIC-BG, ele consegue transitar com notória distinção nas três principais esferas do mundo moderno, a sociedade, a política e a economia. “Que possamos absorver de suas experiências um pouco mais de inspiração para nossos dias, afinal, bons exemplos precisam ser reproduzidos, valorizados e, principalmente, ampliados”, comentou.

Ao final do evento, Capoani também felicitou o aniversário de 184 anos da Brigada Militar. Na ocasião, ele estendeu os cumprimentos ao comandante do 3º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (3º BPAT), Luis Fernando Becker, que acompanhava a reunião-almoço. Capoani, além de aplaudir o militar pelo trabalho da BM na garantia da salvaguarda dos cidadãos, reforçou o vínculo comunitário entre a corporação e os bento-gonçalvenses e, mais uma vez, destacou a parceria que o CIC-BG e o Consepro têm com as forças de segurança do município.

Crédito das fotos: Exata Comunicação, Bárbara Salvatti

Fonte: Exata Comunicação