Dupla é presa por tráfico de drogas em Gramado

No final da tarde de sexta-feira (20), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Gramado, com apoio do reforço da Operação Serra e das delegacias de Taquara e Três Coroas, efetuou a prisão em flagrante de um homem e de uma mulher, por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ambos são investigados por integrar uma facção criminosa que busca o controle do narcotráfico na cidade.

Segundo o delegado Gustavo Celiberto Barcellos, a dupla era responsável por levar o dinheiro oriundo da venda de drogas na cidade até o fornecedor dos entorpecentes vendidos em Gramado, que tem sede na região metropolitana, bem como buscar drogas vendidas no município e distribuí-las a traficantes que atuam no varejo. “Nesta data, após verificar que os investigados haviam se deslocado para a região metropolitana, foi realizada a abordagem ao veículo ocupado pela dupla, no pedágio de Três Coroas/Gramado, quando retornavam”, disse o delegado.

Em buscas no veículo, foram encontradas, em um compartimento escondido, abaixo da direção do carro, diversas porções de cocaína e crack, além de 69 comprimidos de ecstasy. Na sequência, foram apreendidas diversas porções de maconha em um esconderijo, na rua da Pedreira, próximo ao Lago Negro, encontradas embaixo de uma pedra, cobertas por vegetação.  Ainda foram apreendidos no veículo 100 cartuchos intactos de munição calibre 9mm.

O delegado Gustavo Celiberto Barcellos destaca que as investigações realizadas pela Polícia Civil em Gramado ao longo deste ano, com foco na repressão qualificada ao tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas, levaram à identificação, indiciamento e prisão de dezenas de envolvidos na atividade criminosa, desde líderes que controlavam as ações da facção na cidade, oriundos do Vale dos Sinos, até traficantes que atuavam no varejo no município, o que repercutiu de modo fundamental da redução da criminalidade em Gramado, sobremodo no número de homicídios vinculados ao narcotráfico, com apenas um registro neste ano contra sete em 2018. “Além disso, grandes quantidades de drogas e armas foram retiradas das ruas, aumentando a segurança da comunidade”, destacou o delegado.

Fonte e foto: Polícia Civil