Curso de Medicina da UCS: formação de excelência a serviço da qualidade de vida

Com 53 anos de atuação, conciliando tradição e inovação, a graduação em Medicina da Universidade de Caxias do Sul conta com recursos humanos e técnicos de alta especialização, destacando-se entre os melhores cursos da área da Saúde do país. Para ingressar, prova do Vestibular de Inverno ocorre no dia 13 de junho

Criado no mesmo ano de instalação da Universidade de Caxias do Sul (1967) e em funcionamento a partir do seguinte, com início das aulas em março de 1968, o curso de Medicina é, desde sua fundação, uma das formações de excelência da Universidade de Caxias do Sul. Para o Vestibular de Inverno, as inscrições estão abertas até o dia 6 de junho. A prova ocorre no domingo, dia 13. A inscrição pode ser feita nesta página.

Profissão historicamente destacada, a Medicina segue absolutamente fundamental à qualidade de vida em todo o mundo, sendo uma das áreas de maior avanço científico da humanidade. Na UCS, além da infraestrutura de ponta e do alto nível de expertise e experiência do amplo corpo docente, também a estruturação acadêmica – com oportunidades de estágios e residência médica em diversos estabelecimentos e serviços de saúde de Caxias e região; com cursos de mestrado e doutorado em Ciências da Saúde e áreas de referência nacional como o Instituto de Pesquisas em Saúde – oferece ao estudante condições similares às das melhores instituições de ensino do país para uma qualificada formação profissional.

Na entrevista a seguir, a atual coordenadora do curso, professora Ana Paula Agostini, discorre sobre as oportunidades trazidas pelo curso de Medicina da UCS e o contexto e importância da profissão em meio ao cenário da Covid-19.

Por que cursar Medicina na UCS?
Prof. Ana Paula Agostini – O curso da UCS é uma opção de excelência para quem deseja formar-se em Medicina porque conta com uma equipe docente graduada e dedicada ao ensino. Tem 53 anos de existência, está em constante atualização e busca de qualificação pelo Sistema de Acreditação das Escolas Médicas (Saeme), e é reconhecido pelo Ministério da Educação com conceito 4 (muito bom) na escala de 1 a 5 do índice Geral de Cursos – o que posiciona a formação entre as mais qualificadas da área da Saúde no país. Além da experiência e capacidade de pesquisa e inovação, a Universidade oferece laboratórios variados, ambientes de alta especialização, Centro Clínico, Hospital Geral, convênios diversos, cursos de extensão e de pós-graduação, com mestrado e doutorado em Ciências da Saúde.

Qual o percurso acadêmico oferecido pelo curso de Medicina da UCS?
Prof. Ana Paula Agostini – O percurso acadêmico oportuniza três ciclos de aprendizagem: ciclo básico, clínico e internato. Desde o princípio do curso, os alunos podem de participar de atividades como bolsas de iniciação científica e ligas acadêmicas. No ciclo básico, a UCS oferece o Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional, que consiste em um semestre opcional de intercâmbio curricular, em várias universidades conveniadas. No internato, são dois anos de atividades práticas nos mais diversos cenários de ensino: hospital-escola (Hospital Geral), unidades básicas de saúde de Caxias do Sul e região, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), SAMU, ambulatório próprio de especialidades (Centro Clínico UCS), outros hospitais conveniados e internato rural (realizado em pequenos municípios da região, com atendimento à população local em UBSs, visitas domiciliares e palestras de prevenção).

Como a Medicina renovou sua importância social e humana com a pandemia da Covid-19? Qual sua avaliação sobre o trabalho dos profissionais da Área da Saúde ao longo desse processo?
Prof. Ana Paula Agostini – Durante a pandemia, várias ações na comunidade foram realizadas, com a participação conjunta de todos os cursos da Área de Ciências da Vida da UCS: pesquisa para coleta de testes diagnósticos na comunidade, aplicação de vacinas, telemonitoramento de pacientes infectados, orientações sobre o distanciamento seguro em empresas, oferta de testes diagnósticos com parecer clínico da equipe de infectologia da Universidade, entre outros. No internato rural, também foram desenvolvidas atividades de promoção de saúde com a participação dos alunos, esclarecendo sobre sintomas do coronavírus, isolamento domiciliar e busca de atendimento.

De que forma Medicina e a Ciência podem ser melhor valorizadas e esse valor ser levado ao conhecimento geral da população?
Prof. Ana Paula Agostini – A melhor forma de levar conhecimento à população é com a Universidade próxima aos serviços da comunidade em geral, com a oportunidade de orientação e esclarecimento de forma simples e objetiva, e com a participação da comunidade acadêmica, envolvendo, no caso da Área de Ciências da Vida, professores e alunos.

Infraestrutura

Além de uma estrutura completa de laboratórios de alta especialização, o curso de Medicina da UCS dispõe de duas macroestruturas que funcionam tanto para a prestação de serviços à comunidade como para a formação dos estudantes da Área de Ciências da Vida, o Centro Clínico e o Hospital Geral de Caxias do Sul. Veja mais.

Centro Clínico – O Centro Clínico UCS é uma Unidade de Atendimento em Saúde que compreende múltiplas especialidades médicas e serviços em diferentes áreas. Está situado no campus-sede, em Caxias do Sul, e tem como finalidade oferecer atenção integral às pessoas por meio de uma qualificada rede de assistência, que compreende consultas, exames e serviços de Medicina, Enfermagem, Psicologia, Nutrição, Educação Física, Fisioterapia e Assistência Social. Os estudantes desses cursos podem fazer uso das estruturas clínicas e ambulatoriais para atuar em estágios. Saiba mais.

Hospital Geral – Administrado pela Fundação Universidade de Caxias do Sul, com apoio dos governos federal, estadual e municipal, o Hospital Geral é um hospital de assistência, ensino e pesquisa que atende integralmente pelo SUS, atendendo 49 municípios com população somada de 1,5 milhão de habitantes. Funciona também como campo de estágio supervisionado para os acadêmicos da UCS.

Dispõe de serviços de diagnóstico, de atendimento clínico, cirúrgico e de apoio; UTIs adulta, neonatal e pediátrica; clínica e cirurgia, obstetrícia, pediatria, psiquiatria, unidade de cuidados intermediários e oncologia (com serviços de radioterapia e quimioterapia adulto e pediátrico).

O HG é acreditado no nível III, de Excelência em Gestão pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), conforme padrões internacionais de qualidade e segurança. O nível III é o máximo conferido na avaliação, às instituições que atendem aos níveis I (Segurança do Paciente e Profissionais) e nível II (Gestão Integrada dos Processos). Saiba mais.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da UCS
Fotos: Claudia Velho / Divulgação