Convênio incentiva pesquisa para o desenvolvimento agropecuário

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 15.09.2017: Com a presença do governador José Ivo Sartori e do secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, o governo do Estado assinou, nesta sexta-feira (15), no Palácio Piratini, com o Senar-RS, a Emater/RS-Ascar e a Universidade de Caxias do Sul (UCS), um convênio para implantar o Projeto Integrado de Pesquisa Agrícola e Capacitação de Agricultores, Técnicos e Extensionistas Rurais na Serra Gaúcha. Participaram do ato, o presidente da Farsul, Carlos Sperotto; o superintendente do Senar, Gilmar Tietböhl; o reitor da UCS, Evaldo Kuiava, secretários de Estado, técnicos, agricultores, produtores, servidores da Emater e convidados. Foto: Dani Barcellos/Palácio Piratini

O governo do Estado assinou, nesta sexta-feira (15), no Palácio Piratini, com o Senar-RS, a Emater/RS-Ascar e a Universidade de Caxias do Sul (UCS), um convênio para implantar o Projeto Integrado de Pesquisa Agrícola e Capacitação de Agricultores, Técnicos e Extensionistas Rurais na Serra Gaúcha.

O projeto tem como finalidade estabelecer ações conjuntas de pesquisa aplicada e capacitação técnica para a região da Serra Gaúcha, utilizando a estrutura do Centro de Pesquisa Celeste Gobbato do Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, em Fazenda Souza, distrito de Caxias do Sul.

O objetivo do programa é desenvolver pesquisas agrícolas com foco na demanda local que, por sua vez, servirão de base para a realização de cursos de capacitação e treinamento para pessoas envolvidas nessas atividades.

De acordo com o governador José Ivo Sartori investir em pesquisa, com ênfase na capacitação de agricultores, técnicos e extensionistas, está alinhado à vocação do Rio Grande do Sul. “É um projeto compartilhado. Através dessas parcerias estimulamos uma cadeia produtiva fundamental para a economia gaúcha. Com a colaboração de todos podemos fazer aquilo que o Estado não tem condições de realizar sozinho. Trabalhamos forte para implementarmos essa nova mentalidade”, afirmou.

“Essas iniciativas fazem parte da construção de uma rede estadual integrada de pesquisa. Já estamos em tratativas com outras unidades para intensificar as ações com Embrapa, universidades, institutos federais e o próprio Senar, envolvendo também a extensão, através da Emater, para que a pesquisa seja realizada em cima das demandas dos setores da produção agropecuária do estado”, diz o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo.

Mais de 70 técnicos estão envolvidos na atividade e a previsão é de que mais de 2,5 mil agricultores, produtores e técnicos rurais sejam beneficiados ao longo do projeto, que inicialmente está previsto para cinco anos.

Participaram do ato, o presidente da Farsul, Carlos Sperotto; o superintendente do Senar, Gilmar Tietböhl; o reitor da UCS, Evaldo Kuiava, secretários de Estado, técnicos, agricultores, produtores, servidores da Emater e convidados.

Fonte: Palácio do Piratini

Foto: Dani Barcellos/Palácio Piratin