Brigada Militar de Bento Gonçalves participa da Operação Marias

A Brigada Militar iniciou às 9 horas, desta segunda-feira (31/8), a Operação Marias. A ofensiva visa fortalecer as ações de fiscalização no combate à violência doméstica e familiar contra mulheres, e está ocorrendo em todos os municípios do Estado que contam com Patrulhas Maria da Penha.

Além de atuações que visam proteger as mulheres, a Brigada Militar também lançou neste mês a campanha Caixa Lilás, que tem como principal objetivo arrecadar materiais, tais como, agasalhos, alimentos, kits de higiene e outros, e doá-los às vítimas de violência doméstica que são atendidas pelas Patrulhas.

A Patrulha Maria da Penha foi implantada na cidade de Bento Gonçalves, no ano de 2015. Tendo como efetivo os Policiais do setor administrativo da Brigada Militar, que atuam na sede do 3º BPAT.

As guarnições da Patrulha Maria da Penha realizam o acompanhamento das vítimas de violência doméstica e familiar, que possuem medidas protetivas de urgência, deferida pelo Poder Judiciário, através de visitas periódicas em suas residências ou outro local por ela indicado. Com o crescente número de registros efetuados pelas vítimas e novas medidas protetivas sendo deferidas pelo Judiciário, cresceu também o número de visitas efetuadas, sendo um número maior de vítimas acompanhadas pela Patrulha.

No ano de 2020 entre o mês de janeiro a julho, recebemos 129 novas vítimas com medidas protetivas vigentes, para serem acompanhadas. Sendo que neste período foram realizadas 263 visitas nos lares dessas Mulheres.
Desses acompanhamentos foram confeccionadas; 85 certidões de fiscalização de MPU (medidas protetivas de urgência); 04 medidas foram revogadas por solicitação das vítimas; 100 visitas efetuadas não sendo localizadas as vítimas; 15 retornos do agressor ao lar; 01 recusa de acompanhamento; 07 vítimas em situação de vulnerabilidade; 03 prisões de agressores e 79 términos de acompanhamentos, pois as vítimas estavam sentindo-se mais seguras, e com isso não se faziam mais necessárias às visitas da Patrulha Maria da Penha, dentre estes atendimentos finalizados estão computadas as vítimas que foram cadastradas no ano de 2019.

No primeiro semestre do ano de 2020, houve um aumento de 37% de chamados no Centro Integrado de Operações (CIOP) para atendimentos de crimes de violência doméstica em relação ao ano anterior. Na operação desta segunda-feira, foram realizadas 14 visitas de acompanhamento.

São números que demonstram na prática a atuação da Patrulha Maria da Penha na cidade de Bento Gonçalves. Infelizmente a violência contra á mulher, seja ela, física, psicológica, moral, sexual e patrimonial ainda existe em todo o mundo, com isso cabe a nós fazer cumprir a lei e levar o atendimento necessário às vítimas.

Durante o primeiro semestre foram entregues 40 kits com alimentos arrecadados e na campanha Caixa Lilás lançada pela BM mais 26 kits, além de roupas para as famílias mais necessitadas.

Texto: Comunicação Social do 3º BPAT