Bento Gonçalves registra três homicídios em 24 horas

Bento Gonçalves registrou três crimes contra a vida (homicídios) em cerca de 24 horas, entre as manhãs de quarta-feira, dia 24, e quinta, 25. Os crimes, que elevaram o total de mortes violentas para 35 em 2021, ocorreram nos bairros Conceição, Vila Nova e São Roque. As três vítimas eram homens com idades entre  25 e 37 anos.

Na manhã de quarta, por volta das 6h40min, Bruno Botassoli, 25 anos, natural de Encantado, tentou invadir a residência da ex-namorada, uma jovem de 20 anos, no bairro Conceição. O mesmo arrombou a porta do imóvel e entrou em luta corporal com a mulher, que para se defender pegou uma faca e o golpeou por diversas vezes. Ele chegou a ser socorrido mas morreu durante atendimento médico no Hospital Tacchini.

No mesmo dia, por volta das 23h15min, Wagner Guerreiro da Silva, de 37 anos, foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo, na Rua Antônia Bonamigo, bairro Vila Nova. A vítima foi surpreendida por dois indivíduos a pé que efetuaram os tiros em sua direção. Após os disparos, a dupla saiu do local, fugindo em direção ignorada. Silva também chegou a ser encaminhado ao hospital mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já na manhã desta quinta, por volta das 7h, cerca de 24 horas depois do primeiro crime registrado, Carlos Felipe Silva da Silva, de 30 anos, foi morto a tiros na Rua Carlos Gomes, bairro São Roque. A vítima teria chegado ao local para visitar seus dois filhos e sua ex-companheira, que reside em uma residência de fundos, momento em que um homem, que não teve a identidade divulgada, vizinho da mulher, se aproximou e efetuou diversos disparos contra Silva, que morreu no local.

Central de Jornalismo / Unidade Móvel Difusora

(KPJ)