Bento Gonçalves protocola petição no STF defendendo retorno das aulas

A Prefeitura de Bento Gonçalves protocolou no Supremo Tribunal Federal petição defendendo o retorno às aulas presenciais no Estado. No documento, a Procuradoria Geral do Município se coloca à disposição para auxiliar como ‘amicus curiae’ a Procuradoria Geral do Estado, que pede o retorno das atividades.

Segundo o procurador-geral, Sidgrei A. Machado Spassini a defesa leva em consideração adoção às medidas sanitárias por conta da pandemia da Covid-19. “O Município de Bento Gonçalves se coloca a disposição para auxiliar no processo, e buscar o retorno das aulas presenciais com todos os protocolos e regramentos já estabelecidos desde o retorno das atividades ano passado”, disse.

O prefeito Diogo Siqueira ressaltou que é importante que aconteça esse retorno do ano letivo. “Precisamos que a autonomia municipal seja reconhecida e que possamos retornar com as atividades escolares, para que os pais possam retomar suas atividades e os alunos tenham o ensino retomado. Temos um trabalho realizado na saúde pública de excelência e com controle dos dados, o que nos permite que isso aconteça com segurança”.

A petição foi distribuída ao ministro Nunes Marques. Assinam o documento o procurador-geral, Sidgrei A. Machado Spassini e o subprocurador, Gustavo Scharamm.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Bento Gonçalves
Foto: Reprodução