Amesne emite nota de contrariedade por Decreto que mantém comércio fechado na Serra

A Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMESNE), entidade que congrega 36 Municípios, sendo que destes 14 integram a região Metropolitana da Serra Gaúcha manifestam contrariedade às medidas anunciadas através do Decreto Estadual, que mantém restrições de fechamento do comércio até 30 de abril nesta região.

Os Municípios da Amesne se mostraram rápidos na adoção de medidas para isolamento da população e contenção da doença, ao mesmo tempo estruturaram o sistema de saúde com a aquisição de materiais, criação de leitos de internação, UTIs e planos de ação para enfrentamento da pandemia. Essas ações se revelaram eficientes para o controle da pandemia em nossas cidades.

A Região Metropolitana da Serra Gaúcha possuí grande potencial e importância econômica para o Estado e o país. A manutenção das restrições radicais impostas pelo decreto representa uma grave ameaça ao emprego e renda de milhares de trabalhadores e famílias. O comércio e outros setores se mostram como um fator determinante e garantidor do pleno desenvolvimento da economia regional.

Queremos reabrir os setores com cautela e zelo, respeitando recomendações sanitárias e monitoramento diário dos dados epidemiológicos. O respeito aos dados científicos locais nos garantem a abertura gradual dos setores, em qualquer mudança futura nossas ações podem ser revistas. A saúde da população é nossa prioridade, no entanto a economia precisa girar.

Fonte: Amesne