Alunos da Escola Agostino Brum visitam a sede da Rádio Difusora

Alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Agostino Brum, localizada no bairro Imigrante, em Bento Gonçalves, visitaram a sede da Rádio Difusora na manhã da segunda-feira, dia 25. Os alunos do 9º ano, puderam vivenciar a experiência do dia a dia de uma emissora de rádio.

Cerca de 14 alunos estiveram na emissora, em uma dinâmica proposta pela professora da disciplina de Língua Inglesa, Lurdes Gava, que desafiou os alunos a produzirem um podcast de rádio. Para entenderem o processo de produção jornalística e artística, os alunos estiveram na sede da emissora onde passaram por todos os setores, desde o comercial, RH, recepção, redação e estúdio.

Representando a turma, os alunos Ariane Santos, Vitor Marques, Mariana Moreira e Gabriela Stefenon, em companhia da professora Lurdes falaram à reportagem sobre a experiência de ver o dia a dia de uma emissora. A professora destacou a importância do momento “eu propus aos alunos fazer um programa de rádio, os nossos objetivos são fazer com que eles desenvolvam um pouco mais a fluência no inglês, porque o programa será em inglês, também usar um pouco dessa tecnologia que nós temos a disposição, trazer ela para a sala de aula e também porque a rádio em si é esse veículo de comunicação tão importante e tão pouco conhecido pelos nossos jovens hoje em dia”.

A aluna Ariane falou sobre a surpresa de saber como funciona uma emissora de rádio “eu me impressionei, é uma coisa que a gente não vê todo dia, bem diferente, a gente também não fazia ideia de como eram feitas as gravações e o ao vivo, foi muito lega, gostei”, analisou.

No mesmo tom o aluno Vitor falou sobre a sua impressão sobre o rádio “fiquei bem surpreso, gostei muito da visita, de como são feitas as coisas aqui na rádio, foi bem legal a experiência. Lá em casa a gente não costuma ouvir muito rádio, mas quando vamos a familiares, principalmente no interior, sempre tem um rádio ligado todo o dia”.

Para Mariana foi momento de aprender o funcionamento de uma emissora “a rádio mostra pra gente como é o trabalho, matar um pouco da curiosidade e mostra mais pra nossa geração como é, já que a gente não tem muito contato com isso. Lá em casa a gente escuta bastante rádio, no carro também, quando vai viajar”.

Gabrielli Stefenon ressaltou a recepção dos estudantes e a experiência encontrada na emissora “a gente foi muito bem recebido e a experiência foi muito boa, muita gente não sabe o tanto de trabalho que tem na rádio, quando a gente escuta a rádio a gente recebe tudo pronto. Como meus colegas já disseram a experiência foi muito boa serve como aprendizado”, pontuou.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Agostino Brum conta hoje com 286 alunos do Jardim A até o 9º ano e mais duas turmas de excedentes, que estão instaladas em uma escola da rede estadual próxima, distribuídas nos turnos da manhã e tarde. A estrutura conta com seis salas de aulas, refeitório com cozinha, quadra semicoberta, além da cedência para a escola da quadra da comunidade, biblioteca, sala de informática, salas do jardim com banheiros próprios, entre outros.

E escola já está com um encaminhamento de ampliação, já que nos arredores da Agostino, há uma área de terra já em processo de loteamento, o que exigirá a ampliação de capacidade do educandário para atender a demanda futura. Já há também uma institucionalização de um terreno para a escola, por parte do município, após o loteamento ser finalizado.

Fundada em 1982, a escola completa 40 anos de atividades no próximo ano. Inicialmente instalada nos Salão Comunitário do bairro imigrante a Escola Agostinho Brum, se mudou dez anos depois, para sua sede, que permanece até hoje e aguarda o processo de ampliação.

Respondendo contato da reportagem da Rádio Difusora a diretora Rosane Petroli Tesser agradeceu a disponibilidade e recepção da emissora para com os alunos. Ela também destacou que a escola foi fundada e segue até hoje devido a união de todos os envolvidos “Temos um CPM e uma comunidade escolar muito atuantes, família, escola  e comunidade. A Agostino Brum é o que é porque tem envolvimento de muitas mãos”, finalizou a diretora.

Central de Jornalismo / Unidade Móvel Difusora

(KPJ)