Viagem Segura – Finados registra menor índice de acidentes desde 2011

pre

Desde que foi instituída em 2011, a Operação Viagem Segura já realizou 80 edições, entre feriados e dias festivos, levantando uma média diária de 3,8 óbitos. Esse feriado de Finados registrou muito menos vítimas fatais: cinco, ou uma por dia em média. Juntamente com o feriado de Tiradentes, também deste ano, quando ocorreram quatro óbitos nos quatro dias, essa é a menor média da série histórica da operação.

Focando somente nos feriados de Finados, o DetranRS realizou análise remontando a 2007 e levantou uma média  de mortes de 6,3 por dia. A operação encerrada no domingo (05) registrou, além dos cinco óbitos, 156 feridos, resultantes de 108 acidentes com lesões. No total, aconteceram 178 acidentes nas vias gaúchas entre a zero hora de quarta-feira, dia 1°, até a meia-noite de domingo, 5.

Foram fiscalizados no período 31.692 veículos, o que resultou em 10.855 autuações de infrações e no recolhimento de 1.081 veículos e de 232 carteiras de habilitação. No que se refere ao combate à alcoolemia, foi oferecido o teste do etilômetro a 2.606 condutores, tendo sido autuados 183 condutores, 97 deles por recusa. Os que se negaram a fazer o teste sofrem as mesmas sanções administrativas do teste positivo, ou seja, multa de R$ 2.934,70 e suspensão da CNH pelo período de 12 meses. Em caso de reincidência em um ano, aplica-se a multa em dobro e é instaurado Processo de Cassação do Direito de Direito de Dirigir. Foram conduzidos a delegacias, por terem incorrido em crime de trânsito, 46 condutores.

A fiscalização na Capital ganhou o reforço da Megablitz, cobrindo pontos de saída da cidade na quarta-feira. Nessa ação foram fiscalizados 160 veículos, autuados 47 e recolhidos 17. O total de autuações ficou em 76, com o recolhimento de 26 carteiras de habilitação e sete certificados de registro de veículos. Foram realizados 140 testes com etilômetro, o que resultou em sete autuações administrativas e duas criminais. Outros 19 condutores foram autuados por recusa ao teste.

A Operação Viagem Segura tem como principais parceiros a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar e o Comando Rodoviário da BM (CRBM), Detran/RS e Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais (EPTC na Capital), ANTT, Dnit, Daer, EGR, Famurs, Metroplan, Cetran/RS, Sest Senat, além de representantes da sociedade civil organizada, como o Instituto Zero Acidente e o Lions Club.