Vereadores de Monte Belo do Sul escolhem agricultor destaque

O presidente da Câmara de Vereadores de Monte Belo do Sul, Nilson Cavalleri (PDT), convocou, nesta terça-feira (1º), os integrantes de uma comissão especial, designada para escolher o agricultor destaque do município. O encontro ocorreu no Poder Legislativo. Um decreto legislativo, criado em setembro de 2014, pelo então presidente da Câmara, Onecimo Pauleti, institui o Certificado Agricultor Destaque do Ano.

A comissão especial designada para eleger o agricultor destaque é formada pelas seguintes entidades e seus respectivos membros: Aristides Fantin (presidente da Comissão Técnica Permanente de Obras, Assistência Social, Saúde e Agricultura da Câmara de Vereadores); Onecimo Pauleti (representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais); Bruno Facchin (representante do Conselho Municipal de Agricultura); Eder Zafari (representante do Conselho Municipal do Meio Ambiente) e João Becker (representante da Emater).

Na reunião ficou definido que os integrantes da comissão espacial irão visitar os agricultores e três deverão ser selecionados. Os agricultores, indicados pelos líderes, representantes do Conselho Municipal são: Nestor Cecconi (sede do município); Solano Viban (Nossa Senhora de Santa Bárbara); Rafael Razador (Nossa Senhora da Saúde); Valnei Razador (Santa Rita); Rudinei Piffer (São Marcos); Odair De Villa (Bom Conselho); Valter Casagrande (Rosário); Fernando Gugel (Nossa Senhora das Graças); Cleimar De Villa (São José); Roque Faé (Nossa Senhora do Caravággio); Valmor De Mari (São Paulo); Jandir Lazzari (São Pedro); João Tasca (Santo Isidoro); Adriano Cavaleri (Santo Antônio); Osmar Bruschi (São Miguel) e Jonas Trintin (Nossa Senhora de Fátima).

O Certificado Agricultor Destaque do Ano será concedido anualmente a até três produtores rurais, residentes em Monte Belo do Sul. Os agricultores precisam atender os seguintes quesitos: aproveitar melhor o uso tecnológico; fizer uso racional e de forma adequada de insumos agropecuários; tiver boa participação, devidamente comprovada, em eventos destinados à agropecuária (cursos, palestras, seminários e etc.); apresentar boa produtividade, criatividade e diversificação em suas atividades; preservar o meio ambiente e recuperar áreas degradadas na propriedade; e fizer a destinação correta das embalagens de agrotóxicos e dejetos na propriedade.

Fonte: Câmara Monte Belo

Foto: Nei Vignatti