Venda de terreno ira contribuir com as obras da nova sede do CIC/BG

bento

O Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG) avançou mais um importante passo no processo de construção de sua sede própria, já em andamento junto ao Parque de Eventos, no bairro Fenavinho. Capitalizando recursos para contribuir com a conclusão do projeto, a entidade oficializou a venda do terreno de 4.135m² que era de sua propriedade na rua Herny Hugo Dreher, no bairro Planalto. A assinatura do documento ocorreu na sexta-feira, 25, em Bento Gonçalves.

Com a negociação, o CIC-BG aporta recursos para dar prosseguimento à implantação de sua nova casa, estrutura que agregará mais eficiência aos trabalhos desenvolvidos pela instituição. O valor da negociação alcançou o total de R$ 8.050.000,00 – o comprador foi o atual locatário da área, o complexo Bangalô Estação Club, que já recebeu a escritura. “Esse momento é um verdadeiro marco na história do CIC-BG, porque ele nos dá a certeza de estarmos avançando de forma correta, com olhos no nosso futuro. Nós, entidades que representamos setores muito importantes de nossa economia, não seremos os únicos a ganhar com essa nova etapa, pois temos mais de um século de significativa atuação em nosso município. Então, se o CIC-BG cresce, Bento Gonçalves com certeza prospera também”, ressalta Laudir Miguel Piccoli, presidente da entidade.

Destino do terreno

A aquisição do terreno que pertencia ao CIC-BG, em primeiro momento, tem como finalidade garantir a continuidade do “Bamboo Lounge”, recentemente inaugurado, de acordo com o proprietário do Bangalô Estação Club, Leandro Santarossa. O espaço até então funcionava no lote que era alugado, e também contava com uma área de estacionamento para os clientes. A partir de agora, a possibilidade de uma nova ocupação para o local será estudada com calma. “Nossa prioridade era manter o Bamboo em atividade. A cidade tem muito a ganhar com isso, pois o Bangalô é uma referência para toda a região. São dez anos de atividade, proporcionando entretenimento das mais diversas formas: festas temáticas, shows de cantores, músicos, artistas, DJs nacionais e internacionais. Daqui para frente, vamos avaliar a viabilidade de algum outro projeto, mas isso deve ser feito com um bom planejamento”, destaca o empresário.

Construção da sede

O projeto de construção da nova sede do CIC-BG foi anunciado em dezembro de 2015, fruto de uma aliança entre o CIC-BG, Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) e Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs), que usufruirão do prédio.

A meta de conclusão prevista para a obra foi estabelecida em um prazo de 36 meses. Desde então, os trabalhos estão avançando em ritmo bom – e de forma adiantada com relação ao cronograma – estando já mais de 40% concretizado. Cerca de 50 pessoas vêm trabalhando no canteiro, em uma sequência de atividades que tem como próxima meta concluir a estruturação das cortinas de contenção, seguindo para a finalização da alvenaria e posterior andamento das instalações, revestimentos e acabamentos.

O complexo tem 5,2 mil metros quadrados de área construída, contando com quatro pavimentos que abrigarão área administrativa, salas e auditório para 700 pessoas. Esse espaço é um dos destaques da engenharia da obra – mesmo alocado no piso térreo, consegue manter amplos vãos livres, sem a interferência de pilares estruturais. Tal solução é o fruto do uso de vigas de concreto protendido, extremamente resistente e frequentemente utilizado em pontes e viadutos. Opção segura, permitiu manter a funcionalidade pretendida para o auditório sem qualquer comprometimento à estrutura da edificação. O prédio também terá elevadores e garagem coberta. A execução está sob a responsabilidade da Construtora Poletto.

Fonte: Exata Comunicação