Veja o que muda com a paralisação dos servidores da área da segurança no RS

O Ugeirm Sindicato, que representa os Policiais Civis, Escrivães, Inspetores e Investigadores iniciaram paralisação nesta manhã de quarta-feira, dia 13, em todo o Estado, e reforçam orientações para a comunidade, tais como: o ato seguirá até as 18h desta quinta-feira, dia 14, na Capital e Interior, por exemplo.

O objetivo é que todos compareçam aos locais de trabalho e se concentrem em frente aos órgãos para dialogar e explicar à sociedade os impactos na carreira e família dos servidores da segurança com o pacote proposto pelo Piratini, que prevê, entre outras coisas: novas regras para os adicionais de tempo de serviço, o fim da incorporação de funções gratificadas, alterações no plano de carreira e descontos maiores na Previdência etc.

A concentração em Porto Alegre ocorre em frente ao Palácio da Polícia durante todo o dia.

Já nesta quinta-feira, dia 14, o ato será em frente ao Palácio Piratini com às 13h30min uma mobilização unificada com os demais servidores públicos do Estado.

– A orientação é para que não haja circulação de viaturas. Todas devem permanecer paradas no órgão a que pertencem;

PLANTÃO:

– Serão atendidas somente ocorrências policiais de Maria da Penha com pedido de medidas protetivas, crianças vítimas, homicídios, estupros, prisões e furto/roubo de veículos (não atender recuperação ou devolução de veículos). Casos de prisão em flagrante somente iniciar o procedimento após análise criteriosa da autoridade policial. Exigir a presença da autoridade policial em TODOS os atos do flagrante.

INVESTIGAÇÃO:

– Não deverão ser procedidas diligências externas como intimações, buscas e levantamento de locais.

CARTÓRIO:

– Não proceder confecção de inquéritos e termos circunstanciados e nem remeter os feitos ao judiciário.

– É fundamental mantermos o diálogo com a população, explicando os motivos da nossa greve. É preciso mostrar à população que a nossa luta é por uma segurança de qualidade, com um serviço público que funcione.

Servidores iniciam nesta quarta protestos contra pacote de revisão do plano de carreira no RS

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora com informações do Ugeirm/Sindicato