Temer anuncia medidas para imigração de venezuelanos no Brasil

2018-01-05t143043z_1_lynxmpee040v8_rtroptp_3_brazil-temer-pardon

Em reunião com líderes políticos de Roraima, o presidente da República, Michel Temer, assegurou nesta segunda-feira (12) que não faltarão recursos para a situação dos venezuelanos no estado. “Todos os recursos necessários serão encaminhados para solucionar a questão dos venezuelanos, no aspecto humanitário, mas também a solução para o estado de Roraima”.

Em Boa Vista, o presidente também anunciou a edição de uma medida provisória, ainda esta semana, que vai contribuir com a liberação de recursos para o estado. Além disso, o governo vai criar uma coordenação conjunta de diferentes esferas do governo, um comitê nacional entre União, estado e municípios. “Significa uma ação federal em conjunto com o estado de Roraima para solucionar essa questão que aflige o estado de Roraima e hoje também o Brasil”.

De acordo com a prefeitura de Boa Vista, cerca de 40 mil venezuelanos vivem em abrigos na capital, fugindo de forte crise econômica do país vizinho.

Entre as ações desenvolvidas pelo Governo do Brasil para ajudar no fluxo migratório, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, sinalizou a criação de uma coordenação humanitária comandada pelas Forças Armadas, a instalação de hospital de campanha e centros de triagem, além de reforço nas fronteiras.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, reforçou a criação de uma força-farefa para apoio logístico e comentou sobre a necessidade da liberação de recursos imediatos em caso de fluxo migratório.

A reunião contou com a presença dos ministros da Defesa, Raul Jungmann; da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, do ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sérgio Etchegoyen, além de líderes políticos de Roraima.

 

Fonte: Planalto