Solenidade marca inauguração de Sistema Fotovoltaico no CARVI em Bento

A Universidade de Caxias do Sul inaugurou, em solenidade nesta quinta-feira, 23 de maio, o Sistema Fotovoltaico do Campus Universitário da Região dos Vinhedos. O novo sistema integra o projeto de eficiência energética da UCS, desenvolvido em parceria com a RGE/CPFL, com colaboração da InstalWatt, empresa de instalações elétricas, e a Efall, organização focada em soluções em Engenharia Elétrica.

A iniciativa vai viabilizar a troca de aproximadamente 2.500 lâmpadas por versões em LED e a instalação de painéis solares, com a capacidade de 18,5 kW, no CARVI. O Campus-Sede, em Caxias do Sul, vai receber 1500 Lâmpadas de LED, nos blocos B, C, D, G, K e V.  As mudanças garantem mais eficiência energética, com menor consumo, além de possibilitar a injeção de energia na rede elétrica e proporcionar capacitações no setor de energia solar. [ Saiba mais. ]

Ao apresentar o processo de trabalho, os professores Tiago Cassol Severo e Marta Baltar Alves, coordenadores do projeto, demonstraram entusiasmo quanto às perspectivas de eficiência energética e qualificação que se desenham a partir de agora, e agradeceram aos parceiros pelo resultado de cerca de dois anos de envolvimento em torno de objetivos comuns.  “Isso trará enormes benefícios à economia de energia e à capacitação de estudantes e interessados em eficiência energética”, projetou Cassol, o que torna a UCS precursora no tema, como confirmou a professora Marta, anunciando o desejo de ampliar essa ação para o Campus 8.

O desenvolvimento do projeto teve também a participação de acadêmicos.  “A partir da sinergia da Universidade com suas parceiras, mostramos também, aos alunos, que há diferentes oportunidades de trabalho no mercado, demandando sua preparação”. Um exemplo é a Efall, empresa formada por egressos do curso de Engenharia Elétrica da UCS, que hoje é referência no setor. O professor Cassol aproveitou para pontuar o alinhamento institucional ao tema da eficiência energética, que se dá também pela participação em eventos como o Fórum Estadual de Energia Solar e Eficiência Energética, do qual é coordenador, e o Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano.

O vice-reitor da UCS e sub-reitor do Campus Universitário da Região dos Vinhedos, professor Odacir Deonisio Graciolli, cumprimentou os docentes e os representantes das empresas parceiras. “Este projeto tem muito da cara, da vontade, da capacidade e do comprometimento da equipe da UCS com a Instituição”, declarou, lembrando aos alunos presentes que seus professores “integram um time vencedor, preocupado com a formação e a responsabilidade técnica, social e ambiental voltada a todos vocês”. Ele também destacou que a iniciativa beneficia os acadêmicos pela possibilidade de capacitação ligada ao setor e pela economia que se reverte para os fins da Instituição: ensino, pesquisa e extensão.

Para o gerente de eficiência energética da RGE/CPFL Energia, Felipe Zaia, a iniciativa foi muito bem construída a partir da mobilização da UCS, de professores e alunos. “Trazer um projeto pra dentro de uma instituição de ensino é muito importante porque não somente a tecnologia estará aqui, sendo utilizada e gerando economia, plantando uma semente de sustentabilidade para o futuro, o que deveria acontecer a qualquer cliente. Mas quando ocorre em um ambiente universitário, temos certeza que deixará um legado que se replicará para os alunos de hoje e para as próximas turmas. É muito interessante ver que o estado do RS é um dos que puxa a fila na questão da energia fotovoltaica, sendo o segundo em capacidade instalada e o terceiro em unidade consumidora com geração fotovoltaica”, constatou, apontando o pioneirismo no segmento e a possibilidade de contato dos públicos em formação com as tecnologias de um mercado que se desenvolve e cresce a cada dia.

Representando o prefeito municipal de Bento Gonçalves, o secretário de Desenvolvimento Econômico Silvio Pasin exaltou o trabalho da RGE voltado à qualidade energética e destacou propostas público-privadas do município no segmento. “Para tudo que vocês fazem, têm aprendido, o mercado de Bento e região está disponível”, incentivou aos alunos, afirmando que poderão atuar em uma cidade considerada a mais empreendedora do país e a 25ª mais procurada para investimentos entre municípios acima de 100 mil habitantes. “Isso, porque existe uma coisa chamada academia, universidade, e nó temos a honra de termos em Bento Gonçalves uma grande Universidade que proporciona a vocês, entre as Engenharias, a integração na criação de projetos de desenvolvimento”.

Fonte: Universidade de Caxias do Sul

Fotos: Claudia Velho