Sindilojas e Senac vão capacitar mulheres vítimas de violência doméstica

Projeto de reinserção à sociedade e resgate da autoestima será colocado em prática de agosto a outubro com a realização de três etapas que preveem mobilização, oficina de desenvolvimento pessoal e cursos profissionalizantes, beneficiando mais de 100 mulheres em 83h

No primeiro semestre de 2021, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher em situação de Violência) REVIVI de Bento Gonçalves, atendeu 164 ocorrências novas de violência doméstica. Em todo 2020 o número chegou a 298. Este número coloca a cidade na 16ª posição entre os maiores índices neste tipo de agressão no Rio Grande do Sul. Diante dessa triste realidade, o Sindilojas Regional Bento e o Senac, juntamente com o Sindilojas Jovem, vão realizar, de agosto a outubro, o Projeto de Capacitação Pessoal e Profissional para Mulheres em Risco por Violência Doméstica, beneficiando dezenas de mulheres que terão a oportunidade de se qualificar e, assim, conquistar a tão sonhada independência, além de segurança e do resgate da autoestima.

O projeto obteve o terceiro lugar no Fundo Social 2021 do Sicredi Serrana, entre 65 inscritos e 35 contemplados. A rede de apoio conta, ainda, com a participação do Centro REVIVI e do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Bento Gonçalves (COMDIM). Juntos, todos querem garantir maior segurança a essas mulheres em situação de risco, abrindo novas possibilidades no mercado de trabalho. Atualmente, apenas 63% dessas mulheres ocupam alguma vaga, sendo que somente 27% delas têm Ensino Médio e 3% Ensino Superior. Do total de registros na cidade, 61% das mulheres estão entre os 21 e 40 anos de idade e a maioria dos casos ficam no bairro Centro.

Sensibilizados com essa realidade, o Sindilojas Regional Bento, Sindilojas Jovem, Senac, Centro REVIVI e COMDIM desenvolveram um projeto com metodologia alinhada com uma estratégia própria que favorece o processo de reinserção na sociedade e do resgate da autoestima, a partir da perspectiva da construção do conhecimento por meio de cursos educacionais. “Quando começamos a trabalhar nesse projeto, não sabíamos a gravidade da situação em Bento Gonçalves. Mas com o apoio de todos os envolvidos, sabemos que será uma ação duradoura e com ótimos resultados”, comenta a presidente do Sindilojas Jovem, Cláudia Alberici Pinto.

As etapas

Serão três etapas. A primeira delas, consiste na mobilização dessas mulheres, conscientizando-as da importância do projeto para a transformação de suas vidas. Este trabalho será voltado para cerca de 100 mulheres atendidas e assistidas pelo Centro REVIVI, que terão sua história preservada. O objetivo é estimular a participação nos próximos módulos.

A segunda etapa é destinada para uma ação educativa por meio de oficinas/palestras sobre Desenvolvimento Pessoal e Orientação para o Mercado de Trabalho. Por fim, na terceira etapa serão oferecidos cursos profissionalizantes nas áreas da Beleza, Gastronomia e Comércio, ampliando o conhecimento delas com o propósito de gerar uma fonte de renda que garanta a independência dessas mulheres. A realização dos cursos educacionais será feita pelo Senac Bento Gonçalves que oferece toda a estrutura física com laboratórios, equipe qualificada, apoio pedagógico e professores habilitados com experiência profissional e certificações. Em razão da pandemia do Coronavírus, todos os Protocolos de Segurança estarão sendo cumpridos.

Para o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, o projeto revela um sério problema dos tempos atuais. “Sempre acreditamos que a união move as pessoas e fazer parte dessa iniciativa não tem preço. Estamos muito felizes em ter o apoio do Sicredi Serrana e de todas as entidades colaboradoras nessa nova ação. Estamos confiantes que conseguiremos transformar a vida de muitas mulheres que vivem nessa situação”.

Denúncias podem ser feitas junto a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, através do telefone (54) 3454-2899, ou no Centro Revivi pelos telefones (54) 3055-7418 e 3055-7420 ou WhatsApp (54) 99132-8148.

Etapas

1 – Mobilização para participação do Projeto

Data: 1 a 15 de agosto: Mobilização

Data: 16 a 20 de agosto: Inscrições e Matrículas

Número de Participantes: Cerca de 100 mulheres

Carga horária total: 4h

2 – Desenvolvimento Pessoal

Data: 23 de agosto a 3 de setembro

Ação educativa por meio de oficinas/palestras.

Número de Participantes: 50 participantes, divididas em dois grupos

Carga horária total: 12h, para cada grupo

Harmonização Emocional 6h: Crenças limitantes e a ressignificação; O que são as crenças que nos alavancam?; Auto empatia e resiliência; Descobrindo meu propósito de vida; Autoestima e Inteligência Emocional.

Orientação para o Mercado de Trabalho e Elaboração de Currículo 6h: Postura Profissional; Oportunidade do Mercado de Trabalho; Realização e Atualização Currículo.

3 – Realização de Cursos Profissionalizantes

Data: 6 de setembro a 22 de outubro

Número de Participantes: 12 alunas por turma; 36 participantes no total, considerando a realização de 3 propostas de cursos.

Curso Design Sobrancelhas – 20h

Curso Salgados para festas e eventos – 15h

Curso de Técnicas de Recepção e Atendimento – 20h

AVALIAÇÃO DO PROJETO – 25 de outubro a 29 de outubro

Equipe Executora: Sindilojas Jovem, Senac, Centro Revivi e COMDIM.

 

Fonte: ConceitoCom Brasil
Foto: Renata Oliveira / Conceitocom Brasil / Divulgação