Sindilimp quer pagamento de atrasados para terceirizados voltarem ao trabalho em Bento

Apesar de representantes da empresa CCS Serviços efetuarem a proposta de pagamento das férias dos trabalhadores de forma parcelada em duas vezes, o Sindilimp – Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação das Empresas Terceirizadas de Caxias do Sul e Região solicitou a Prefeitura de Bento Gonçalves a garantia de pagamento inclusive como forma de retorno ao trabalho.

As informações foram confirmadas por Henrique da Silva, presidente do Sindicato, depois de reunião que aconteceu esta manhã junto ao Executivo, com a presença de funcionários, membros da Prefeitura e da empresa. O foco é que o Município deposite mesmo que em juízo, antecipando o recebimento de valores devidos aos funcionários em parcela única e não de forma escalonada.

Para que isto ocorra, são necessários trâmites legais junto a Procuradoria Geral do Município e da própria Justiça do Trabalho, onde anteriormente uma ação foi movida pelo Sindicato para solicitar recursos em atraso.

O Sindilimp já havia notificado a Prefeitura que é responsável pela fiscalização e exigência do cumprimento do contrato.

Atualmente  o quadro de terceirizados pelo município através da CCS, possui 702 funcionários, entre os setores administrativos, limpeza ( meio ambiente), obras, educação (auxiliar, merendeira, porteiro) e saúde. Os mais afetados estão ligados a área da educação.

Assista:

Fotos:

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora