Sindicato reverte na Justiça decisão que suspendia realização da Feira do Produtor em Bento

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bento Gonçalves, através de despacho de um mandado de segurança expedido pela 1ª Vara Cível da Comarca de Bento Gonçalves, reverteu a decisão da prefeitura de Bento Gonçalves, a qual suspendia a realização da Feira do Produtor, que acontece tradicionalmente todos os sábados pela manhã.
A prefeitura havia decretado o impedimento da realização do evento, devido ao decreto estadual que prevê fechamento de todo comércio não essencial, a valer a partir deste sábado. Em recurso apresentado pelo sindicato, o qual se contrapunha à decisão do executivo municipal, atesta-se que a realização da feira enquadra-se como comércio varejista essencial, sendo que este deve cumprir itens essenciais à segurança, como a presença de uma pessoa com máscara para cada 8m² de área útil de circulação, respeitando a normativa de pegue e leve.
Segundo o presidente, “esta decisão foi tomada diante da insensibilidade do poder público, onde todos os agricultores já estavam com os produtos colhidos.” Cedenir Postal ressalta ainda que os agricultores não se opõem às restrições, porém a feira comercializa produtos essenciais, assim como fruteiras e supermercados, sendo injusta sua não realização. A feira ocorre tradicionalmente todos os sábados pela manhã das 5h às 10h na Rua Barão do Rio Branco, no centro de Bento Gonçalves.
Fonte: Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bento Gonçalves