Segurança é considerada prioridade no centro de Bento

A segurança é elencada como uma necessidade prioritária pela associação de moradores do centro de Bento Gonçalves. Isso não apenas em função dos mais de 60 condomínios localizados nesta área da cidade, mas também por causa do comércio e da movimentação de pessoas que por ali passam. O assunto foi foco de uma reunião na noite desta quinta-feira,dia 22, onde estiveram presentes também órgãos que atuam nesta área, como a Brigada Militar.

A particularidade de todo cidadão, em algum momento, ter um vínculo com esta região do município é ressaltada pela presidente da entidade, Daniela Sandrin Copat, ao mencionar a preocupação com o assunto. “Muitos crimes, furtos, roubos estão acontecendo nas ruas centrais e isso preocupa, porque nos gera uma insegurança muito grande que vai além do nosso condomínio”, afirma.

A Brigada Militar ressalta que há um deslocamento maior de efetivo para o centro da cidade justamente em função desta maior movimentação. Conforme o capitão Diego Caetano de Souza, o maior número de registros de crimes é detectado em outros bairros e não na região central. Ele menciona como uma das ações de combate à criminalidade a Operação Avante Serra.

“Reunindo policiais de toda a área da primeira companhia, que engloba oito cidades, em hora extra, estão aqui realizando essas operações de barreiras, abordagens de praças, em bares, em busca de drogas, foragidos da justiça e armas”, destaca o capitão. O trabalho realizado em parceria com a Brigada Militar é ressaltado pelo secretário de segurança de Bento, Paulo Marinho. Ele afirma que as atenções estão voltadas também para o aumento de efetivo policial no município.

“Nós estamos trabalhando junto a Porto Alegre para aumentarmos o efetivo de segurança de Bento Gonçalves, uma nova turma de soldados recentemente foi anunciada pelo secretário de segurança que terá um maior ingresso de contingente da segurança na história do Rio Grande do Sul”, lembra Marinho. No que se refere também à área central do município, Marinho ressalta o trabalho para a retirada do presídio do centro, com a construção de um novo, sendo que o edital para a obra está concluído.

A presença das autoridades é fundamental para que seja atingido um dos objetivos do encontro que é saber como está no cenário no que se refere ao assunto. A segurança, conforme o presidente da União das Associações Comunitárias de Bairros (UACB), Pedro Vitor Rizzo, pode ser considerada um clamor muito grande da população. Conforme ele, a intenção é fazer com que os órgãos ligados ao setor trabalhem em sintonia.