Rotary engajado na campanha de vacinação em Bento

rotary

É intensa a mobilização na Campanha de Vacinação em Bento Gonçalves contra o surto de sarampo e da Polio.  Esta última, inclusive, é uma das bandeiras do Rotary Internacional, que visa a erradicação da doença no mundo. E o governador assistente do Distrito 4700 de Rotary, José Emanuelli destaca os rotarianos estão bastante preocupados com os números divulgados pelo Ministério da Saúde quanto aos índices de vacinação em todo Brasil, em 2011 chegou-se a 100% do público alvo e conforme site do Ministério da Saúde Bento Gonçalves está com 35% meta.

Por esta razão, a instituição levou a proposta de ação mais efetiva para o dia 18 de agosto que consiste em se disponibilizar  vários postos de vacinação em pontos estratégicos e de aglomeração de pessoas. Os rotarianos se comprometeram em fazer a logística de distribuição de pessoal e vacinas no dia.

O programa Pólio Plus

O Rotary já contribuiu mais de US$ 1,8 bilhão para a luta contra a pólio. Em 1985 lançou o programa de imunização Pólio Plus. Em 1988, a organização se tornou líder na Iniciativa Global de Erradicação da Pólio, junto com a Organização Mundial da Saúde e o Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças. Mais tarde, a Fundação Bill e Melinda Gates também passou a integrar o grupo. Desde que a iniciativa começou, a incidência da paralisia infantil no mundo caiu em mais de 99,9%, indo de 350.000 casos em 1988 para apenas 22 em 2017.

O papel do Rotary na luta pela erradicação da pólio 

O trabalho do Rotary com a pólio se concentra na defesa da causa, na arrecadação de fundos, no recrutamento de voluntários e no aumento da conscientização de toda sociedade.

No Brasil, de acordo com relatório de vacinação para Pólio em 2016, percebemos uma redução significativa na cobertura em todo país. Redução causada por vários fatores sociais, econômicos, políticos e principalmente culturais.