Revisão do novo Plano Diretor é debatido em audiência na Câmara de Bento

O plenário Fernando Ferrari, na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, ficou lotado na tarde desta quinta-feira, dia 23, durante audiência pública para debater a revisão do novo Plano Diretor do município.

A reunião, que foi realizada por meio da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento e Bem-estar Social, presidida pelo vereador Marcos barbosa, teve início às 16h e contou com a presença de representantes de entidades, de secretarias, vereadores e principalmente da população do município.

Durante a audiência, moradores das imediações do bairro São Bento exibiram faixas de protesto contra a construção de edifícios no bairro e puderam se pronunciar e manifestar suas opiniões contra ou a favor no novo plano, assim como os representantes da construção Civil e do setor imobiliário.

A revisão do Plano Diretor do município foi contratado em 2015 via Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), e trazia algumas polêmicas, como a liberação de construção para edifícios de até dez pavimentos no bairro São Bento, o que foi vetado pelo Poder Executivo, limitando a somente dois pavimentos, e o aumento de 14 para 16 andares em outros bairros, como o Centro.

Morador do bairro São Bento, Daian Alberici da Silva, se disse satisfeito com a audiência “nós estamos contentes porque foi um primeiro momento em que pudemos nos expressar. Nós encaminhamos uma emenda através do vereador Zanella, e essa emenda tá propondo justamente a manutenção do Plano Diretor atual, com alguma diferenciação na altura, para mais, somente no corredor gastronômico”.

Para o diretor do Ipurb, Vanderlei Mesquita, não há uma grande diferença no novo plano diretor “ele é na verdade uma compilação do que tinha de bom no plano da UFRGS e o que tem de bom na construção do que a gente aplicou dentro da nossa realidade, então não há uma discrepância tão anormal assim” definiu.

Cerca de vinte emendas foram apresentadas até o início da audiência pública, segundo o vereador, Marcos Barbosa, presidente da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento e Bem-estar Social. Para ele a audiência foi produtiva e não deve haver a necessidade de um novo debate “nós atingimos nosso objetivo que era explanar o plano e acatar as emendas pra que a partir de agora possamos traçar as próximas metas. Talvez agora não precise de outra audiência, porque essa foi bem ampla e debatida”.

Os próximos passos são analisar as emendas e encaminhá-las para as comissões que devem dar os pareceres favoráveis ou desfavoráveis, para que, a partir dos pareceres elas possam ir a votação. Segundo Marcos a ideia é votar a revisão do Novo Plano Diretor ainda este ano.

Leia mais:

REVISÃO DO PLANO DIRETOR É TEMA DE ENCONTRO ENTRE AEARV E VEREADORES DE BENTO GONÇALVES

PREFEITO PASIN ENTREGA OFICIALMENTE PLANO DIRETOR REVISADO NA CÂMARA DE BENTO

REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE BENTO É APROVADA E SEGUE PARA CÂMARA DE VEREADORES