Reunião da Rede de Enfrentamento à Violência Contra Mulher ocorre em Bento

self defense

Nesta semana ocorreu no Auditório da OAB/BG a reunião da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher que abordou assuntos sobre a violência contra a mulher. O encontro objetivou projetar ações e atividades para o segundo semestre, com capacitações e campanhas que fortalecem a articulação entre as entidades.

A coordenadora da Coordenadoria dos Direitos da Mulher, do Centro de Referência da Mulher em Situação de Violência – Centro Revivi, Regina Zanetti, enfatiza que “atualmente, 65% das violências cometidas no Rio Grande do Sul é contra a mulher. Por isso, a Rede vem se atualizando e buscando meios para minimizar esse índice”.

A Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher diz respeito à atuação articulada entre as instituições/serviços governamentais, não-governamentais e a comunidade, visando ao desenvolvimento de estratégias efetivas de prevenção. Também promove políticas que garantam o empoderamento das mulheres e seus direitos humanos, a responsabilização dos agressores e a assistência qualificada às mulheres em situação de violência.

Na ocasião estiveram presentes a delegada titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), Deise Salton Brancher Ruschel; a policial civil Luciana Barth Rocha; a sargento Elisangela Dornelles e a soldado Luciele Assunção Miller, representando o 3º BPAT – Patrulha Maria da Penha; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Bento Gonçalves, Dr. Cleber Dalla Coletta; a defensora pública da Defensoria Pública do Estado Drª Marni Zatt; a presidente da Comissão Municipal da Mulher Advogada, Drª Sabrina Sanches.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social