Projeto quer tornar as tradições gaúchas como Patrimônio Imaterial da Humanidade

Foi ainda no final do mês de agosto que representantes da Confederação Internacional da Tradição Gaúcha (CITG), da Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha (CBTG), com a participação dos oito MTGs do Brasil, estiveram em reunião em Brasília/DF para tratar de assuntos relacionados à cultura gaúcha no Brasil, solicitando apoio federal aos projetos e iniciativas desenvolvidos pelos Centros de Tradições Gaúchas.

Os representantes do tradicionalismo gaúcho organizado em todo o Brasil, Uruguai e Argentina foram recebidos pelo presidente da República, Michel Temer, pelo Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun; Ministra Interina da Cultura, Claudia Pedrozo; Ministro Interino de Turismo, Alberto Alves; Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; e pela representante do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Rívia Bandeira. “O Presidente da República do Brasil nos recebeu de forma afetuosa e foi muito solícito em todas as nossas reivindicações, transmitidas pelo Ministro Carlos Marun”, contou o Presidente da CBTG, João Ermelino de Mello. Bento Gonçalves esteve representada na comitiva, com o tradicionalista e presidente da Confederação Internacional da Tradição Gaúcha (CITG), Nei Antônio Zardo.

Ainda de acordo com ele, ao início da reunião foi apresentado um vídeo institucional das atividades desenvolvidas pela CBTG, MTGs e CTGs. Em seguida foi apresentado o Projeto “O Gaúcho e Suas Tradições” que objetiva o reconhecimento junto à UNESCO/ONU (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) o reconhecimento como Patrimônio Imaterial da Humanidade. Também foram debatidos com os parlamentares questões da proibição dos rodeios em eventos, da Lei Roaunet, do Nacional 2019 e de outros projetos e atividades relevantes para a preservação da tradição gaúcha.

O Presidente da CBTG, João Ermelino de Mello, disse que organizou esse encontro com muita dedicação e avaliou como positivo este momento de integração com os parlamentares e o Presidente da República.

“Vivenciamos um momento histórico e de muita relevância para o tradicionalismo gaúcho, no qual saímos de Brasília-DF com a certeza que o apoio federal, por meio dos Ministérios da Secretaria de Governo, de Cultura e de Turismo, o que nos motiva a lutarmos pelo voluntariado, pela preservação de nossos usos e costumes, pelas atividades culturais desenvolvidas em cada Estado e também no exterior, enfatizando que buscamos lutar pelas nossas tradições e nossa gente”, enumerou o Presidente João Ermelino de Mello.

Ele concluiu: “Estamos extremamente orgulhosos e felizes com essa concretização e receptividade do governo federal e o apoio do Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, que pertence à Bancada do Gauchismo. Agradecemos essa oportunidade e ajuda incansável de seus assessores que tanto nos acolheram. Essa reunião nos ajuda a pelejarmos para preservarmos nossas manifestações culturais. Continuaremos trabalhando em conjunto com os Ministérios para a aprovação do Projeto que objetiva o reconhecimento junto à UNESCO/ONU da figura do Gaúcho como Patrimônio Imaterial da Humanidade”, destacou, emocionado, o presidente da CBTG, João Ermelino de Mello.

WhatsApp Image 2018-09-19 at 14.54.16

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora com informações do site ecodatradicao.