Programação da 141ª Festa de Santo Antônio deve reunir até 20 mil devotos

A celebração religiosa mais tradicional de Bento Gonçalves se aproxima de sua 141ª edição: a Festa de Santo Antônio, padroeiro do município, ocorrerá no Santuário de Santo Antônio em 13 de junho, dia votivo e feriado municipal na Capital do Vinho. Neste ano, a programação é norteada pelo lema “Mostra-me Senhor, teus caminhos” (Sl 25,4), em um apelo retirado dos Salmos que tenta traduzir um pedido em redimensionar os sentidos da vida – em uma época de tantos dilemas, dúvidas e até faltas de significados para a existência de todos, é na fé que é possível conhecer mais de si mesmo e encontrar motivação para driblar os problemas e desafios cotidianos.

Ainda que o ápice da celebração ocorra em 13 de junho, as comunidades de Bento Gonçalves estão engajadas na comemoração há mais tempo, já que o padroeiro faz visitas nas comunidades ligadas à paróquia semanalmente. Desde a sexta-feira (31), missas diárias marcam o período da Trezena de Santo Antônio, que são 13 dias de missas dedicadas ao padroeiro. Essas celebrações ocorrem às 18h no Santuário.

No dia votivo, 13 de junho, a previsão é reunir um público de até 20 mil pessoas para a programação que inicia às 6h com a tradicional Alvorada Festiva. As missas também ocorrem em ritmo intenso, celebradas às 7h, 8h30min, 10h, 15h e 18h. A missa das 15h é a que concentra maior público, já que é celebrada de forma campal e seguida de procissão de Santo Antônio pelas ruas centrais. A Missa de Ação de Graças, que ocorre às 18h, é também o momento que os casais festeiros da próxima festa são apresentados.

Neste ano, os casais escolhidos para conduzir a programação são Clacir Rasador e Susana Tercila Giordani; Fábio Luis Piazza e Silvana Casagrande Piazza; Gilmar Cantelli e Dalvina Maria Osmarin Cantelli; José Antonio Rossatto e Clarice Toniolo Rossatto; Ricardo Tonet e Léa Cristiane Gonzatti Tonet; Setembrino do Rosário e Natalina dos Santos do Rosário; Valmor Poletto e Rosita Spadari Poletto. Os Festeiros Jovens são Ana Paula Nascimento da Silva; Diego Marodin da Silva e Érica Bellé; Fernando Giordani Rossatto e Leandro Moro e Carla Zortéa.

Um dos pontos altos e mais tradicionais desse dia festivo é o almoço que integra a comunidade no Salão Paroquial. Mais de 500 pessoas são esperadas para esse momento. O almoço será servido a partir das 12h, com cardápio que inclui sopa de capeletti, lesso, piem, churrasco, galeto, saladas, maionese, pão colonial e sobremesa. Vinho, refrigerante e água acompanham a refeição.

Os ingressos individuais custam R$ 50,00 e podem ser adquiridos na secretaria do Santuário Santo Antônio, no centro da cidade, ou com os festeiros. A venda dos convites só ocorrerá de modo antecipado, sem comercialização no dia da festa.

Durante o dia festivo, freis estarão fazendo a bênção individual da saúde e distribuição dos pãezinhos de Santo Antônio.

Lema da festa reflete dúvidas sobre motivação da vida

O Lema ‘mostra-me Senhor teus caminhos’ é inspirado no Salmo 25,4, que sugere ao peregrino de Santo Antônio encontrar, diante de tantas encruzilhadas, o caminho da fé. Este caminho tem suas raízes desde os nossos primeiros pais na fé: Abraão, Isaac, Jacó. Passando pelos profetas que anunciaram a vinda do Messias até a chegada do Senhor Jesus. A partir do Cristo e a Vinda do Espírito Santo a Igreja continua anunciando o Advento do Reino de Deus. Por isso, Jesus é o Caminho, Verdade e a Vida que dá sentido às nossas vidas.

“Esta busca do que nos transcende, na era do vazio, na superficialidade, é respondida por Jesus e, de certa forma, por Santo Antônio: eles vêm nos mostrar este resgate na nossa história de fé. Ao olhar para trás, lembrar a trajetória da nossa fé e nos projetando para frente com o amparo dela”, reflete o Pároco do Santuário, padre Ricardo Fontana. Ele ainda indica que um dos públicos que mais necessita destas respostas são os jovens, já que a fé é responsável por ajudar no discernimento de suas buscas e o uso de dispositivos como internet, celular e outras ferramentas acaba dificultando momentos mais íntimos.

“O que mais nos preocupa é que as pessoas estão perdendo o sentido da vida e entram em um vazio existencial muito grande. Então, o lema reflete a necessidade de ajudar no discernimento das buscas, principalmente dos jovens, quando se perguntam: qual é esse caminho da felicidade?”, questiona o Pároco.

É justamente no ato de refletir, rezar e se encontrar na fé que pode residir parte das respostas para os caminhos da felicidade e da satisfação em viver. Em momentos que o mundo digital nos afasta da reflexão e cria um vazio existencial grande, festas religiosas como a de Santo Antônio têm uma capacidade positiva de lembrar que o descartável, o individual e o instantâneo não são, nem de longe, respostas para a felicidade. Festas que celebram a tradição de fé, nos remetem ao refletir, reforçam os comportamentos de fé, que impactam diretamente na construção de personalidades mais fortes e com manifestações positivas.

“Esse é o momento da festa do padroeiro de Bento Gonçalves. Indicamos que as pessoas façam o feriado no dia, e que consigam cumprir com sua manifestação de fé. Trabalhamos diariamente, muitas vezes estudamos à noite e mal sobra tempo para as tarefas. Com esse ritmo que temos hoje, é importante parar um dia específico para celebrar nossas raízes e a espiritualidade que nos unifica e não nos fragmenta”, avalia Padre Ricardo (foto).

Ele ainda lembra que a fragmentação é um dos grandes problemas que acomete a sociedade atualmente, que não une forças e acaba não tendo tempo para abastecer as três dimensões de cada indivíduo: as áreas físicas, emocional e espiritual.

Serviço

O que: 141ª Festa de Santo Antônio
Quando: 13 de junho, quinta-feira
Programação:
06h: Alvorada Festiva com Repicar dos Sinos no Santuário e em todas as Comunidades
07h: Missa no Santuário (Pe. Gilnei Antônio Fronza)
08h30min: Missa no Santuário (Pe. Izidoro Bigolin)
10h: Missa no Santuário (Dom Paulo Antônio De Conto, bispo emérito de Monte Negro)
12h: Almoço Festivo no Salão Paroquial
15h: Missa Solene Campal, seguida de Procissão com Santo Antônio, pelas ruas centrais (Bispo auxiliar de Porto Alegre, Dom Leomar Antônio Brustolin)
18h: Missa de Ação de Graças e Apresentação dos Casais Festeiros de 2020 no Santuário (Pe. Ricardo Fontana)

Sobre o trânsito: No dia 13 de junho ocorrerá a interrupção total da Rua Marechal Deodoro a partir das 14h, desde a Rua Júlio de Castilhos, para a missa campal. Às 16h inicia a Procissão, passando pelas ruas General Gomes Carneiro, Barão do Rio Branco e Cândido Costa, retornando pela Rua Marechal Deodoro até o Santuário Santo Antônio, trajeto que exigirá atenção especial dos motoristas.
Informações: 3452.1634

Relembre como foi em 2018.

 

Fonte: Exata Comunicação

Fotos: Arquivo Rádio Difusora