Programa de Justiça Restaurativa é apresentado para comissão da ONU e Governo Federal em Bento

O trabalho de Justiça restaurativa realizado em Bento Gonçalves e região foi apresentado nesta sexta-feira, 12, para integrantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), e do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A comitiva está no Estado conhecendo as experiências relacionadas à temática da promoção e proteção de direitos de crianças e adolescentes, com especial atenção a FICAI e às práticas de Justiça Restaurativa.

Integram o grupo o diretor de Promoção e Fortalecimento dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Washington Sá, diretor de Enfretamento de Violações dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria, Cleyton Bezera da Silva, coordenadora da Unidade do PNUD, Moema Freire, gerente de Projetos, Raissa Teixeira, e o consultor do Programa, Floriano Pesaro.

No Município o programa de pacificação foi instituído através de Lei em 2015.  “Hoje temos a satisfação de termos 25 facilitadores atuando em nossas escolas, em nossa comunidade. É essencial conviver com valores positivos, pois nossos alunos são os multiplicadores dessas idéias e atitudes que foram resolvidas dentro do Círculo de Paz”, destaca a Secretária de Educação, Iraci Luchese Vasques.

Para o promotor do Ministério Público, que conduziu os trabalhos, Élcio Resmini Menses “este é um momento de felicidade, pois essa comitiva que está nos visitando está levando uma esperança, um sonho, para todo Brasil aquilo que nós estamos fazendo de forma tão significativa com Justiça Restaurativa e os Círculos de Construção de Paz e que eles possam replicar isso em favor de cada criança e adolescente”, comenta.

O diretor de Promoção e Fortalecimento dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Washington Sá destacou que o grupo está estruturando um plano de trabalho para fortalecimento de metodologias voltadas à redução da violência.  “Eu já vinha ouvindo de vocês algum tempo. Só que de ouvir de longe é diferente de ver funcionando, de ver vocês alinhados, estou saindo muito motivado, muito inspirado, para que a gente consiga articular o mais rápido possível para ir avançando, construir uma proposta para levar núcleos destas ações para outras regiões do país”, disse.

O Prefeito Guilherme Pasin destacou o reconhecimento do trabalho realizado na região. “Ter a experiência de pacificação da nossa região servindo como exemplo para outros Estados nos orgulha. Nesses círculos, o escutar e o diálogo são os pilares de uma relação que vai além do âmbito escolar.”, finaliza.

Também participaram do encontro os Prefeitos de Garibaldi, Antônio Cettolin, e de Carlos Barbosa, Evandro Zibetti, juiz Leoberto Brancher, promotora de Justiça Regional de Educação de Caxias do Sul, Simone Martini, coordenador da 16ª CRE, Leonir Olímpio Razador, e o diretor de Ensino do IFRS, Rubilar Simões Júnior. Além de representantes e secretários de Nova Prata, Garibaldi, Carlos Barbosa e Farroupilha.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social