Produtores de arroz colheram 11,3% da área semeada no RS

irga

A colheita do arroz na safra 2016/2017 continua em evolução no Rio Grande do Sul, segundo levantamento semanal do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). Informações fornecidas pela Divisão de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater) e pelos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates) apontam para 11,3% da área total até o momento, ou 125.377 hectares de 1.106.308 hectares semeados. A produtividade média registrada é de 8.312 quilos por hectare.

Na semana anterior, o levantamento registrava apenas 4,5% (50.328 hectares) de área colhida. O crescimento em sete dias foi de 6,8 pontos percentuais. O clima, com pouca chuva, colaborou. Essa foi a semana mais produtiva desde o começo dos trabalhos de colheita no estado, iniciado no final de janeiro em Taquari, na Planície Costeira Interna.

A Fronteira Oeste é a região mais adiantada até o momento, com 18% (57.593 hectares colhidos de 320.778 hectares semeados) e produtividade de 8.442 quilos por hectare. O coordenador da Regional Fronteira Oeste do Irga, o engenheiro agrônomo Ivo Mello, explica que um dos fatores para esse avanço foi o tempo. “A colheita está um pouco mais adiantada porque os produtores conseguiram semear mais cedo e o clima colaborou. Avançamos muito nos últimos 15 dias porque não tivemos chuva forte. E também porque os produtores contam com boa infraestrutura e ótimo parque de máquinas”, afirma. “Precisamos de mais uns 40 dias para terminar, mas vai depender do tempo para fecharmos 100%”, acrescenta.

A Região da Planície Costeira Externa é a segunda que mais evoluiu, com 16,2% (22.452 hectares de um total de 138.766 hectares) e uma produtividade de 8.542 quilos por hectare. As demais regiões registram os seguintes números até agora: Planície Costeira Interna, 9,4% (14.182 hectares de uma área total de 150.290 hectares e produtividade de 7.811 quilos por hectare); Campanha, 6,3% (10.565 hectares de 168.581 ha e produtividade de 7.912 quilos por hectare); Central, com 6,3% (9.043 hectares de 143.788 hectares e produtividade de 7.966 quilos por hectare); e Zona Sul, também com 6,3% (11.542 hectares de 184.105 e produtividade de 8.473 quilos por hectare).

Entre os 40 núcleos do Irga, o 7º Nate de Santo Antônio da Patrulha (Planície Costeira Externa) é o mais avançado. Colheram até o momento 29,2% da área (6.512 hectares de 22.326 hectares totais e com produtividade de 8.915 quilos por hectare).

Informações do Palácio Piratini

Foto Irga Divulgação