Princípio de rebelião na Penitenciária de Bento deixa 12 feridos

Pelo menos 12 detentos ficaram feridos no tumulto registrado na tarde deste sábado, dia 25, na Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves, segundo informações do advogado da Comissão Carcerária de Bento, Vinícius Boniatti.

Ainda conforme o defensor, por questões de segurança, as luzes foram desligadas no local, pois o espaço ficou alagado após a ação dos Bombeiros.

De acordo com o Secretário da Administração Penitenciária do Rio Grande do Sul (Seapen), César Faccioli, o Grupo de Ações Especiais da Susepe (GAES), além de Bombeiros de Bento Gonçalves e Brigada Militar através do BPChoque de Porto Alegre foram acionados e conseguiram controlar o princípio de rebelião.

Os presos teriam colocado fogo em colchões de duas celas. Ainda conforme o secretário, os feridos receberam atendimento médico na UPA.

Além do secretário da Seapen, César Faccioli, o superintendente da Susepe, Cesar da Veiga, compareceu no local para acompanhar o desdobramento do episódio. Também estiveram na Penitenciária para verificar a situação,
representantes dos Direitos Humanos, OAB e o advogado da comissão carcerária, Vinícius Boniatti.

A situação continua sendo monitorada pela Seapen/Susepe. O Pelotão de Operações Especiais (POE), e o Policiamento Comunitário da Brigada Militar (Pocom) também apoiaram na ocorrência.

-Manifestação do Secretário da Administração Penitenciária, César Faccioli, em entrevista para a rádio Difusora, sobre o tumulto na Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves, na tarde deste sábado. (Assista o vídeo no Facebook da rádio Difusora)

 

Fonte e fotos: Central de Jornalismo da Rádio Difusora

*Na imagem: secretário da Seapen, César Faccioli