Presidente da Organização Internacional da Vinha e do Vinho recebe a Medalha do Mérito Farroupilha

Em cerimônia realizada no Salão Júlio de Castilhos, a presidente da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), Regina Vanderlinde recebeu a Medalha do Mérito Farroupilha, a mais alta honraria concedida pelo Parlamento gaúcho. A proposição foi do presidente da Casa, deputado Marlon Santos (PDT), mas a entrega foi feita pelo deputado Adão Villaverde (PT), representando a Presidência.

Villaverde destacou a trajetória profissional e acadêmica da pesquisadora, professora e enóloga que, no mês passado, foi eleita para presidir a OIV, que tem sede em Paris. O parlamentar salientou que a concessão da medalha a Regina engrandece o Parlamento gaúcho. “A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, ao conferir essa honraria máxima para a professora Regina, não está cumprindo mais que a sua obrigação”, afirmou. “É um momento absolutamente singular na história do Rio Grande do Sul para a trajetória do setor vitivinícola gaúcho e brasileiro”, complementou, referindo-se à conquista de Regina.

A homenageada agradeceu à Assembleia Legislativa pela concessão da medalha e também à família, amigos do setor vitivinícola, pesquisadores e colegas da Universidade de Caxias do Sul e do Laboratório de Referência Enológica pela colaboração durante sua trajetória pessoal e profissional. Fez um agradecimento especial ao Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e aos ministérios da Agricultura e das Relações Exteriores pelo apoio à sua candidatura à presidência da OIV.

“Será um desafio pessoal, mas também um desafio para o Brasil, que deposita em mim a sua confiança. Vamos sonhar alto, acreditar que este país é um solo fértil para vinhos, espumantes, sucos e grandes realizações”, declarou. “Um brinde aos sonhos e aos vinhos do Rio Grande do Sul, do Brasil e do mundo”, finalizou.

Homenageada
Regina é natural de Braço do Norte (SC). Formada em farmácia bioquímica e tecnologia de alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina, tem mestrado e doutorado em enologia pela Universidade de Bordeaux. É professora da Universidade de Caxias do Sul (UCS) desde 1999 e gerente-geral do Laboratório de Referência Enológica (Laren) da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, mantido em parceria com o Ibravin.

Desde 2011, ela trabalha na Subcomissão de Métodos de Análise de Vinhos da Organização Internacional da Vinha e do Vinho. Em 2012, assumiu como secretária científica desta Subcomissão e, em julho de 2018, foi eleita presidente da entidade, sendo a primeira brasileira a ocupar o cargo.

Presenças
Familiares, amigos, colegas e alunos de Regina Vanderlinde estiveram presentes na solenidade, assim como o presidente do Ibravin, Oscar Ló; o presidente do Sindicato da Indústria do Vinho, do Mosto de Uva, dos Vinagres e Bebidas Derivados da Uva e do Vinho do RS (Sindivinho), Benildo Perini; o presidente da Federação das Cooperativas Vinícolas do RS (Fecovinho), Sadi Macagnan; além de representantes da Embrapa Uva e Vinho, UCS, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias do Sul, Comissão Interestadual da Uva, Instituto Federal do RS – Campus Bento Gonçalves, Instituto Geral de Perícias e UFRGS.

Fonte: AL/RS