Presença das capelinhas na Diocese de Caxias completa 70 anos

Encontro de zeladoras(es)

Neste ano, a Diocese de Caxias comemora os 70 anos da devoção à Nossa Senhora, manifestada na tradição da oração, em família, através da visita mensal da capelinha. No dia 12 de outubro, durante a 38ª edição do Encontro Diocesano de Zeladoras(es) de Capelinha será celebrada a data com o tema: “Capelinhas de Nossa Senhora: 70 anos de devoção e compromisso com as vocações”. O evento inicia às 09h, no Seminário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida, em Caxias do Sul. Todas as zeladoras e zeladores de capelinha da Diocese estão convidadas(os).

A capelinha da visita domiciliar

A ideia dessa devoção foi trazida de Curitiba por Dona Clélia Spinato Manfro e teve aprovação do Bispo Dom José Barea. Em 1948, no dia 08 de agosto, foi dada a bênção à primeira capelinha pelo Padre Ernesto Brandalise, na Catedral Diocesana de Caxias do Sul, após uma reunião das zeladoras do Apostolado da Oração. Em seguida, todas acompanharam a Capelinha até a casa de Dona Miloca Rosa, que ficou com a mesma por 24 horas, passando-a depois, à seguinte associada e, assim, sucessivamente até o dia 30 do mesmo mês.
A fundamentação desta modalidade de vocação mariana é que, como a Mãe de Jesus visitou sua parenta Santa Isabel (Cf. Lc 1,39-56), Maria visita as famílias.

A devoção foi muito bem aceita não somente pelas zeladoras, mas, também, pelas famílias que faziam questão de receber em suas casas, mensalmente, a visita da Capelinha.

Com o passar dos anos, essa prática se estendeu a todas as Paróquias da Diocese de Caxias do Sul. Os principais objetivos dessa importante ação pastoral são: a promoção de uma autêntica devoção mariana, a integração entre as famílias e a oração e ajuda material às vocações sacerdotais.

 

Fonte: Diocece Caxias