Policiais militares doam cabelos para ajudar pacientes com câncer

A Brigada Militar homenageou as policiais militares que integram a corporação em ato nesta sexta-feira (8), no ponto de atracação do Cisne Branco, na orla do Guaíba, em Porto Alegre. Cerca de 100 mulheres participaram do evento que contou com o lançamento da ação Cabelos de Aço quando quatro PMs cortaram parte de seu cabelo que será destinado a organizações que atendem pessoas em tratamento contra o câncer. A campanha é realizada em outros municípios que integram os 16 Comandos Regionais de Policiamento Ostensivo do Estado do Rio Grande do Sul, engajando as PMs também no interior. No final do evento foi oferecido  às policiais militares um passeio pelo Guaíba a bordo do barco Cisne Branco.

A capitã Clarisse Heck explicou que a atitude das PMs que doaram seu cabelo é um ato de força, de dedicação, no sentido de estimular a pessoa que enfrenta uma situação difícil e delicada para que se sinta apoiada, encorajada e consiga superar aquele momento de dificuldade. “Esta é a primeira etapa da Campanha Solidária 2019 da BM. O lançamento da ação Cabelos de Aço, terá continuidade ao longo do ano, juntamente com outras ações que serão implementadas pela instituição”, acrescentou.

As voluntárias que fizeram o corte simbólico dos cabelos foram as alunas-soldados Katya Regina Polanczyk, Patricia Gnoatto da Costa, Natália Passos da Silva e a soldado do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Bruna Capssa Agnoletto. Os cortes foram feito por estabelecimentos e profissionais que ofereceram seus serviços sem custo às voluntárias. Os cabelos serão entregues às entidades parceiras da Brigada Militar, como a Associação de Apoio a Pessoas com Câncer, hospitais e Organizações Não Governamentais.

A BM homenageou ainda a memória da cabo Toco, primeira mulher a integrar a corporação, na década de 1920, bem como as bravas integrantes da primeira turma de policiais femininas que ingressaram em 1986. Uma delas é a coronel Ana Haas, que, em 2018, foi pioneira ao alcançar o posto máximo na corporação. Atualmente, responde pelo Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO) Missões.
Segundo ela, o comando da corporação enaltece cada vez mais a participação da mulher. “Hoje a mulher chega a qualquer posto ou onde ela quiser, ela tem capacidade e tem o apoio da instituição. A Brigada Militar não discrimina no ingresso, no salário e também na forma de ascensão, e isso é um exemplo para a sociedade.”
De acordo com a coronel Ana, as PMs mais antigas iniciaram esta construção com sua presença, seu trabalho e seu esforço que hoje está consolidado dentro da instituição e da comunidade gaúcha. “Às novas, peço que continuem este trabalho e preservem a nossa história para que não se perca ao longo do anos”, enfatizou. Atualmente, 16% do efetivo na Brigada Militar é formado por mulheres.

O secretário adjunto da Segurança Pública, coronel Marcelo Gomes Frota, disse que as mulheres são especiais porque fazem o mundo melhor. “A convivência das pessoas se torna melhor na medida em que vocês existem. Vocês, mulheres, são especiais, são a razão de nós estarmos aqui e de fazer a diferença na realidade que vivemos”, acrescentou.

Também participaram do evento o comandante-geral da BM, coronel Mário Yukio Ikeda; subcomandante, coronel Carlos Alberto Prado de Andrade; chefe do Estado-Maior da BM, coronel Marcus Vinicius de Sousa Dutra; comandante do CRPo Centro Sul, coronel Bianca Ines Garcia da Silva Burger;  representante da Associação de Assistência e Prevenção ao Câncer (Aapecan), Conrado Gallo; representante do Instituto da Mama (Imama), Nancy Kretzer; e representante do Salão de Beleza Grife Capelli, que fez os cortes de cabelo.

Fonte: Palácio Piratini