Polícia Civil prende dez membros de organização criminosa em Caxias do Sul

Na madrugada desta quinta-feira, 21.12.2017, agentes da DEFREC de Caxias do Sul, coordenados pelo Delegado Adriano Linhares, desencadearam a operação policial Vida Fácil, a qual visa à repressão aos crimes de receptação, furto e roubo de veículos e extorsão. Durante a ofensiva policial, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, bem como 10 mandados de prisão preventiva, nos bairros Bela vista, Montes Claros, Montes Carmelo, Serrano, Santos Dummont, Rio Branco, Planalto, Esplanada.

Foram presos: L. F. S., de 27 anos; J. A. R., de 49 anos; J. M. R., de 25 anos; R. R., de 50 anos; R. R., de 24 anos; L. J. R. O., de 26 anos; D. A. L., 45 anos; E. F. S., 36 anos; M. S. S., de 46 anos; e L. C. A. de 57 anos.

Segundo a Autoridade Policial, trata-se de uma organização criminosa bastante articulada e especializada nesse tipo de delito, a qual utiliza de áreas rurais como esconderijo para os bens subtraídos, locais estes de difícil acesso. Estima-se que nos últimos quatro anos a quadrilha tenha subtraído em torno de mil veículos na Serra Gaúcha.

Em poder dos carros, os criminosos tentavam extorquir as vítimas. Em muitos casos, mesmo após receber o dinheiro do resgate, a quadrilha enviava os veículos para desmanches na região Metropolitana de Porto Alegre e até para Santa Catarina, onde possui ramificações e onde dois indivíduos foram presos. “A extorsão era um padrão. Tivesse ou não já a encomenda do veículo, eles não perdiam a oportunidade de extorquir a vítima. Às vezes, a vítima pagava e eles passavam o veículo adiante. Ocasionalmente, eles devolviam o veículo à vítima, mas a regra era passar adiante mesmo assim. Ganhavam duas vezes”, resume o titular da Defrec.

A ação, deflagrada pela DEFREC de Caxias do Sul, contou com o apoio de agentes da 2ª e da 3ª Delegacia de Polícia, além de efetivos da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Caxias do Sul e de agentes da Polícia Civil de Farroupilha e Bento Gonçalves. Ao todo, 25 policiais participaram da ação.

A polícia segue em busca de ao menos outros dois indivíduos envolvidos com a quadrilha e também investiga a relação dessa organização criminosa com outras.