Placas instaladas na ERS-431 pedem sinalização e alertam motoristas para risco de acidentes

A Rádio Difusora esteve na ERS-431 neste sábado, no distrito de Faria Lemos, no interior de Bento Gonçalves, no trecho que liga o município até a Linha Alcântara em direção a São Valentim do Sul, para conferir a presença de placas que foram instaladas na rodovia. Não se sabe a autoria da iniciativa, mas foram diversas placas entre os quilômetros 05 e 07, pouco antes de onde aconteceram dois acidentes com óbitos nos últimos 20 dias, como forma de alertar os condutores que trafegam na via.

Um dos comerciantes as margens da estrada, chamado Max, comentou em transmissão no Facebook da Difusora, que “deveria ter mais sinalização não só aqui, desde o trevo da BR-470. O problema é daqui para baixo. Não adianta colocar lombada ou quebra-molas, tem que ter sinalização chamando a atenção dos motoristas”, comentou.

Outro usuário da rodovia, que identificou-se como Geremia, natural de Dois Lajeados que reside em Bento, lamentou que “é triste a cada semana perder um irmão, um amigo”.

Os dois últimos acidentes envolveram caminhões que caíram em barrancos, dia 16 de maio no quilômetro 09, e dia 5 de junho, no quilômetro 10, que resultou na morte dos condutores.

Em entrevista para o programa “Rádio Jornal 1ª edição” na sexta-feira, dia 7, quando comentava a operação tapa-buracos executada em estradas da região, Sandro Wagner Vaz dos Santos, da 2ª Superintendência Regional do Daer (Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem) que tem sede em Bento Gonçalves, destacou que foi realizado contato com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e que uma nova vistoria deverá ser realizada no trecho, com objetivo de avaliar alternativas de sinalização e melhorias.

Em fevereiro de 2018, em um evento festivo com a presença do então governador José Ivo Sartori, era inaugurada a conclusão da rodovia em um trecho de 20 quilômetros da ponte sobre o Rio das Antas até o entroncamento com a ERS-129, em Dois Lajeados. Mesmo com as melhorias efetuadas ao longo daquele percurso e com reforço de pavimentação, moradores e usuários da ERS-431 defendem reforçar ainda mais a sinalização para alertar caminhoneiros, principais vitimas da rodovia.

Fonte: Central de Jornalismo da Rádio Difusora