Parceiros Voluntários comemora ano de incentivo à solidariedade

DSC09130

A Parceiros Voluntários finda 2017 motivada pelo sucesso das atividades realizadas durante o ano e projetando ainda mais ações capazes de levar solidariedade às pessoas em 2018. Foram diversas intervenções sociais que espalharam alegria, bem-estar e calor humano pela comunidade, promovendo o espírito da fraternidade entre as pessoas. “Nosso propósito com o capital humano não é apenas com as pessoas, mas sim com os setores que envolvem nossa entidade”, comenta Angélica Somenzi, coordenadora da ONG em Bento Gonçalves – projeto encampado, na cidade, pelo Centro da Indústria, Comércio e Serviços.

Distribuições de alimentos e brinquedos, como as ofertadas a estudantes e crianças de educandários do bairro Municipal, misturaram-se a entregas de afeto e carinho, como as dedicadas aos vovôs do Lar do Ancião ou às pacientes de quimioterapia do Hospital Tacchini. No meio de tudo isso, ainda houve espaço para a disseminação de cultura e conhecimento, por exemplo, com o programa Tribos da Cidadania, envolvendo algumas escolas do município – destacando algumas das ações mais marcantes promovidas ao longo do ano, e que beneficiaram 8.700 pessoas.

“Cada uma das atividades que acompanhamos têm um impacto social imensurável, principalmente porque oportuniza às pessoas e à comunidade a serem melhores, graças ao voluntariado”, avalia Angélica.
A coordenadora ainda destaca o envolvimento pró-ativo dos voluntários, que mesmo diante do pouco tempo disponível, encontraram formas de prestar atendimento. “Eles não queriam apenas ajudar, mas também fazer o diferencial na vida de alguém”, diz Angélica.

Para participar desta corrente do bem basta entrar em contato com a Parceiros Voluntários – pelo telefone (54) 2105.1999 ou pelo e-mail [email protected] Tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem ser agentes transformadores da sociedade, basta um pouco de disposição para o trabalho voluntário. Além de promover o bem ao próximo, os voluntários acabam tão – ou mais – beneficiados do que quem recebe a solidariedade. “No voluntariado nasce sempre a esperança de um ano melhor, então esperamos 2018 com muitos parceiros e empresas cadastradas, pois no final, quem mais ganha com o voluntariado é quem o pratica.

Nessa corrente do bem fazemos amigos, acumulamos experiências, nos nutrimos de puro amor”, opina a coordenadora.

Fonte: Exata Comunicação