Operação Saideira combate a exploração sexual de menores, porte e tráfico de drogas em Vacaria

Na madrugada desta quinta feira, 10/10, a Polícia Civil, Brigada Militar e Conselho Tutelar de Vacaria realizaram a Operação Saideira. O objetivo foi verificar o cumprimento da Lei Municipal que regula a entrada de menores de 16 anos em bares e eventos noturnos, bem como combater a corrupção de menores, favorecimento à prostituição, venda de bebidas alcoólicas para menores, tráfico de drogas, localização de foragidos e porte de entorpecentes e armas.

Foram fechados quatro estabelecimentos noturnos por estarem irregulares, conforme o artigo 47 da lei de contravenções. Entre as irregularidades constatadas estava a falta do Alvará dos Bombeiros (PPCI – Plano de Proteção Contra Incêndio), sem alvará de localização e por estar funcionando fora do horário permitido. Na operação foram identificadas e revistadas 81 pessoas.

Participaram da operação a Polícia Civil, Brigada Militar e Conselho Tutelar. A operação foi desencadeada  visando atender o pedido do Conselho Tutelar e do Ministério Público de Vacaria, onde chegou denúncias da possibilidade dos crimes e das irregularidades supramencionadas.

A Operação policial foi denominada de Saideira em alusão ao termo que se refere a última dose de bebida alcoólica que se toma antes de sair de uma festa ou bar e no caso da operação específica também uma forma simples de homenagear Mauro Andreatta, que participou de sua última operação policial antes de sua merecida aposentadoria.

Fonte e foto: Polícia Civil