Operação Resguardo atende cerca de 51 mil mulheres vítimas de violência no Estado neste ano

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul participou de uma ação nacional de combate a crimes de violência contra a mulher, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio da Secretaria de Operações Integradas.

Na ação que ocorreu nesta segunda-feira, 8, Dia Internacional da Mulher, foram cumpridos no Estado 39 mandados de busca e apreensão, 14 suspeitos foram presos preventivamente, uma arma foi apreendida, 10 medidas protetivas de urgência verificadas e 32 denúncias atendidas. A ação gaúcha da Operação Resguardo conta com 84 agentes em 30 viaturas.

A Operação Resguardo, que começou em janeiro deste ano, ocorre simultaneamente nos 26 Estados e no Distrito Federal. Desde o início de 2021, a Polícia Civil do RS já apurou 615 denúncias, concluiu 5,8 mil inquéritos policiais, cumpriu 93 mandados de prisão e 244 mandados judiciais. Cerca de 51 mil mulheres vítimas de violência foram atendidas desde então e 180 agressores foram presos no Estado. Ao todo, 1.072 policiais civis participaram das ações neste período, com 300 viaturas empregadas na ofensiva.

A chefe da Polícia Civil, delegada Nadine Anflor, destacou o empenho dos policiais civis gaúchos e a integração da força-tarefa nacional. “Esta é talvez a maior operação com essa temática e essas ações são essenciais para a redução nos índices de violência contra a mulher. Quero agradecer a todos os agentes das Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher do Estado e estender meu reconhecimento aos colegas das demais delegacias que também se engajaram para esta grande operação”, acrescentou.
Durante esta segunda, 8, também foram cumpridas medidas cautelares, medidas protetivas e mandados judiciais em todo o país.

 

Fonte: Governo do Estado
Foto: Polícia Civil / Divulgação