MP cumpre mandados de prisão de envolvidos em briga no Beira-Rio em 2019

O Ministério Público do Rio Grande do Sul, por meio da Promotoria de Justiça do Torcedor e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpre, na manhã desta sexta-feira, 17 de janeiro, 16 mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão de integrantes de torcidas organizadas do Sport Club Internacional que entraram em confronto após partida realizada em 8 de dezembro de 2019, no Estádio Beira-Rio. A operação, coordenada pelo MP e com apoio da Brigada Militar, está ocorrendo em Porto Alegre e cidades da Região Metropolitana.

Os pedidos de prisão, atendidos pelo Juizado do Torcedor de Porto Alegre, foram embasados a partir dos elementos investigativos de envolvimento dos torcedores em crimes de lesões corporais, tumulto, dano e associação criminosa.

O confronto entre integrantes das torcidas organizadas ocorreu após o término da partida do Sport Club Internacional contra o Clube Atlético Mineiro, válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2019. Os fatos se deram nas dependências do Estádio Beira-Rio, nas proximidades da Avenida Padre Cacique, em local de grande circulação de pessoas. O confronto foi divulgado pela imprensa e pelas redes sociais na época dos fatos, impressionando a todos pela violência das agressões.

 

Fonte: MP-RS