Móveis brasileiros conquistam mercado Norte-Americano

Os móveis brasileiros estão conquistando cada vez mais espaço no mercado norte-americano. As exportações de móveis para os Estados Unidos cresceram 21,5% em valores no primeiro trimestre de 2019 em comparação ao mesmo período de 2018. Foram comercializados US$ 46,9 milhões no período contra US$ 38,6 milhões de janeiro a março de 2018.

Os dados foram levantados pelo IEMI – Inteligência de Mercado a pedido da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (ABIMÓVEL), entidade que representa a indústria e o setor moveleiro nacional, com base em estatísticas oficiais disponibilizadas pela Secretaria de Comércio Exterior, vinculada ao Ministério da Economia.

O levantamento do IEMI traz o histórico das exportações para os Estados Unidos nos últimos dez anos. Chama a atenção as mudanças de posição entre os estados no ranking dos principais exportadores àquele país. Santa Catarina é líder absoluto desde 2008 e, nos últimos três anos, São Paulo vem ocupando a segunda colocação nas exportações aos EUA, seguido pelo Rio Grande do Sul, que está em terceiro lugar.

A Presidente da ABIMÓVEL, Maristela C. Longhi, comenta que os dados positivos das exportações de móveis brasileiros aos EUA são resultado do esforço setorial da indústria e da atuação da entidade e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex Brasil, em diversas iniciativas de incentivo às exportações ao longo dos anos.

Entre elas, destaca-se o Projeto Brazilian Furniture, desenvolvido desde 2005, com o objetivo de promover a internacionalização das indústrias do mobiliário, assim como mostrar o potencial das nossas indústrias e dos móveis brasileiros para o mundo. O Brazilian Furniture está estruturado para orientar e atender as necessidades das empresas nos seus vários níveis de maturidade exportadora.

“O Brasil tem ampliado sua competitividade nos principais mercados mundiais graças aos investimentos da indústria em design, tecnologia, sustentabilidade e desenvolvimento de produtos cada vez mais arrojados e inovadores. A participação da indústria em eventos internacionais de móveis e design, um dos pilares do Projeto Brazilian Furniture, tem contribuído de forma expressiva para o reposicionamento dos móveis nos principais mercados compradores, em especial os Estados Unidos”, acrescenta.

Analisando-se o total das exportações em 2018, foram US$ 716,5 milhões contra US$ 650,5 milhões em 2017, um crescimento de 10,14 %.

 

Perspectivas positivas

As expectativas são bastante otimistas. De acordo com Paulo Roberto Silva, gerente de Estratégia de Negócios na APEX-BRASIL, a evolução do Projeto Brazilian Furniture nos últimos anos é evidente dentro da agência e prevê para o biênio 2019-2010 mais de 45 ações de promoção e fortalecimento do setor moveleiro brasileiro. Em 2018 foram 157 empresas apoiadas, sendo 101 exportadoras. No período de cinco anos, entre 2014 e 2018, estima-se que o Projeto tenha gerado mais de US$ 580 milhões de dólares em negócios.

“Há um grande potencial para as exportações de móveis brasileiros e o Projeto Brazilian Furniture está inserido neste contexto. O reconhecimento de mercados exigentes, como o norte-americano, nos coloca numa posição diferenciada e a ABIMÓVEL tem abraçado todas as frentes possíveis para dar visibilidade ao produto brasileiro”, informa a Diretora Executiva da ABIMÓVEL, Cândida Cervieri.

“Os EUA são o nosso principal destino de exportação, representando 31,3% das exportações brasileiras (base 2018). Dentro do projeto setorial Brazilian Furniture, a representatividade dos EUA é de 28,8%, após um significativo aumento de 76,1% nos valores exportados para aquele destino”, conclui.

SOBRE A ABIMÓVEL

A Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário – ABIMÓVEL, entidade nacional do setor, atua há mais de duas décadas na defesa, desenvolvimento e fortalecimento dos interesses da indústria. A instituição promove uma agenda positiva para o setor, beneficiando um universo de 19 mil empresas, que geram 265,6 mil empregos diretos, com produção estimada de 438,3 milhões de peças e investimentos de R$ 1,4 bilhão (dados de 2018). Esses números, que refletem a importância da indústria de móveis para o Brasil, são indicadores da atuação da ABIMÓVEL no fortalecimento de um ambiente de negócios mais favorável no mercado nacional e internacional.

Fonte: Site Terra