Morte de jovem em Serafina Corrêa intriga a comunidade

Uma briga entre jovens amigos, na tarde desta quinta-feira, dia 10, dentro da residência onde moravam no bairro Santa Lúcia II , na rua Vespasiano Corrêa, em Serafina Corrêa, terminou em morte. Luís Felipe Trindade, de 21 anos, foi agredido por um outro rapaz, que seria inquilino, e acabou morrendo minutos após ser socorrido ao Hospital Nossa Senhora do Rosário. Uma jovem de 17 anos, namorada do agressor, estava no local e presenciou toda a situação. Segundo populares, foi ela quem gritou por socorro.

De acordo com a ocorrência registrada na Delegacia de Polícia, uma discussão teria iniciado dentro do imóvel onde o trio morava. Posteriormente, os rapazes começam a trocar empurrões e entraram em vias de fato. Trindade, filho dos donos da residência, havia convidado o casal para dividir o espaço e as despesas.

Moradores das proximidades, ao ouvirem os gritos da jovem, foram verificar a situação e ao chegarem, encontraram o rapaz sentado na frente da residência aparentemente bem. Na sequência, o jovem caminhou até a rua e caiu desacordado. Ele foi socorrido imediatamente e levado para a casa de saúde pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), porém, não resistiu e morreu. O outro envolvido foi levado para uma casa de saúde de Passo Fundo com fratura em uma das mãos.

A equipe médica que prestou atendimento ao jovem, segundo os policiais, informou que não encontrou indícios visíveis de que a morte possa ter relação com as lesões provocadas durante a briga. Diante desta situação, os agentes solicitaram que o corpo fosse levado ao Departamento Médico Legal (DML), de Passo Fundo, para uma análise minuciosa. O objetivo é apontar as causas que levaram Trindade à morte.

Policiais civis efetuaram o registro da ocorrência e buscam maiores detalhes junto às testemunhas para elucidar o caso. Policiais do 5º Pelotão da Brigada Militar (BM), de Serafina Corrêa, compareceram para atendimento. Conforme o 1º tenente Paulo César do Nascimento, ao chegarem no local os brigadianos perceberam que a residência estava com alguns cômodos desorganizados e no quarto da frente, móveis estavam quebrados. Foram encontradas manchas de sangue em frente ao imóvel.

O desentendimento teria sido motivado em razão de dívidas de aluguel e outras despesas da residência onde moravam. O rapaz que morreu trabalhava em uma pizzaria da cidade.