Morre o músico e compositor serrano Adelar Bertussi

05ab71ab-1d30-4c5d-9193-54127e747d6d

Na década de 50, junto com seu irmão Honeyde, formou a dupla tradicionalista mais conhecida do Brasil, os irmãos Bertussi. O acordeonista estava internado por problemas cardíacos em um hospital do Paraná.

Faleceu na manhã deste sábado, aos 84 anos, um dos mais conhecidos músicos regionalista da história do Brasil. Adelar Bertussi “Afamado gaiteiro”, como ele costumava dizer, estava internado no Hospital de Campo Largo na cidade de Curitiba no Paraná, em decorrência de problema cardíacos.

Ainda não foram divulgados detalhes de seu velório e sepultamento, mas provavelmente a despedida ocorra em São Jorge da Mulada, distrito de Criúva, no interior de Caxias do Sul, terra natal do músico. Na localidade, há um memorial em homenagem aos irmãos Honeyde e Adelar Bertussi.

Base da música serrana, os irmãos Honeyde e Adelar Bertussi na década de 1950, se destacaram tocando e cantando e formaram a maior dupla gaúcha de todos os tempos, os Irmãos Bertussi.

A partir da dupla, o cenário fonográfico e sonoro brasileiro mudou, pois até então não existia dois acordeonistas cantando em duas vozes. Eles abriram um importante momento histórico nacional e, consequentemente, rio-grandense. Entre os sucessos dos Bertussi estão as músicas: Sanfoneiro Pachola, Saudade da Querência, Oh! De Casa, Baile da Serra, Xote Laranjeira, Sangue de Gaúcho e muitas outras.

Fonte: Portal Adesso