Monte Belo recebe mais de 6 mil pessoas no Vieni Vivere la Vita Festival 2019

Público foi o dobro do registrado na primeira edição do evento. Expositores comemoram negócios

A segunda edição do ‘Vieni Vivere la Vita’ consolidou o festival temático como atração turística no calendário de Monte Belo do Sul. Mais de 6 mil pessoas visitaram a cidade para curtir a programação que ocorreu entre os dias 15 e 16 de novembro. O público foi praticamente o dobro do registrado na edição de estreia do evento, em 2018, quando três mil visitantes somaram-se aos cerca de 2,5 mil habitantes do local.

Quem participou do ‘Vieni Vivere la Vita Festival’ pôde aproveitar um misto de experiências: enogastronômicas, degustando o melhor da culinária típica e as mais elaboradas produções vitivinícolas locais; culturais, conferindo de perto o trabalho artesanal de diversos expositores; e artísticas, acompanhando as cerca de 15 apresentações de artistas que subiram ao palco do festival durante os dois dias de atividades.

A alegria e a singularidade que caracterizam Monte Belo contagiaram os turistas que vieram de diversas partes do Estado e do país. O casal Lívia Brandalise e Mário César Soares saíram de Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre, especialmente para o festival – e atestaram a assertividade no destino escolhido para o feriado prolongado. “A proposta do evento é interessante, se assimila muito com as tradições dos principais roteiros turísticos do mundo, onde sempre há pequenas localidades que celebram seus produtos na praça da cidade, como na Europa”, conta o economista, que visita o evento pela primeira vez. Já Lívia tem origens na localidade, pois seu avô era montebelense. “É sempre bom retornar para vermos como o município vem se desenvolvendo”, reforça.

Expositores comemoram negócios

O saldo positivo do aumento de público nesta edição teve reflexo evidente no movimento econômico registrado pelos mais de 20 expositores locais que comercializaram seus produtos durante a programação do Festival. O clima agradável e o entretenimento em família foi a pedida certa para degustar os bons vinhos e espumantes da localidade.

A vinícola Vallebello, por exemplo, comemorou os mais de 150% de crescimento na comercialização das bebidas em 2019, se comparadas as vendas do ano passado. “O balanço com certeza é muito positivo. Essa edição coroou o nosso trabalho, enquanto expositores, valorizando o que é daqui”, destaca o proprietário do empreendimento familiar, Tiago Lazzarotto. Segundo ele, foram comercializadas mais de 180 garrafas das variedades Chardonnay, Pinot Noair, Merlot, Cabernet Sauvignon e Brut Rosé e Branco.

O mais tradicional restaurante da cidade também teve motivos para comemorar mais uma participação no ‘Vieni Vivere la Vita Festival’. Com especialidades da gastronomia local, típica italiana, o Nonna Metilde estima um aumento de mais de 50% nas vendas desse ano. Iguarias como a sopa de capeletti, lasanhas e a tábua de frios – item mais vendido, com cerca de 400 pratos comercializados durante os dois dias – foram sucesso entre os visitantes.

“O festival cresceu e nós, empreendedores, colhemos os frutos desse esforço conjunto. É muito bom vermos os produtos do nosso município atraindo visitantes dos mais variados locais”, comenta a proprietária do restaurante, Flávia Faccin Manzoni.

Organizadores compartilham méritos pelos bons resultados

Diante dos resultados tão positivos alcançados pela segunda edição do ‘Vieni Vivere la Vita Festival’, um sentimento predomina entre os realizadores da iniciativa: orgulho. O sucesso, expresso pelo número de público visitante, satisfação dos turistas e negócios concretizados pelos expositores reflete o esforço do poder público municipal e dos empreendedores em prol da valorização do que é produzido na localidade.

“Monte Belo tem uma vocação turística-cultural muito evidente em nossas tradições e em nossos produtos. A segunda edição do festival mostrou como esse é um evento que tem uma proposta diferenciada e que agrada todos os públicos. Só temos a agradecer a todos que tornaram isso possível, por mais uma edição”, enfatiza o Secretário de Cultura e Turismo de Monte Belo do Sul, Alvaro Manzoni.

O apoio da prefeitura, inclusive, serve de motivação para os empreendimentos sediados no local – evidenciado no salto de 12 para 40 empresas do ramo turístico instaladas na cidade nos últimos anos.

“Monte Belo é um município muito próspero, incentivando o empreendedorismo, que alavanca nossa economia. O Vieni Vivere la Vita Festival é a vitrine de tudo o que de melhor é produzido por aqui. A originalidade é a principal marca do nosso produtor, fazendo com que nossa aposta no turismo seja cada vez mais forte”, considera o prefeito montebelense, Adenir José Dallé.

Fonte: Exata Comunicação e Eventos

Fotos: Felipe Machado