Master of Wine britânico palestra pela primeira vez no RS na Wine South America

AC

Alistair Cooper está entre os 370 profissionais do mundo que ostentam esse título de qualificação e apresentará vinhos sul-americanos produzidos em condições climáticas extremas

A primeira edição da Wine South America (Feira Internacional do Vinho que ocorre de 26 a 29 de setembro na Serra gaúcha) presenteia os enófilos com uma rara oportunidade de acesso ao conhecimento: assistir à explanação de um Master of Wine – título de especialização atualmente ostentado por apenas 370 experts em todo o mundo. O britânio Alistair Cooper palestrará pela primeira vez no Rio Grande do Sul durante a feira: nos dias 26 e 27, apresentará um panorama sobre vinhos brasileiros e sul-americanos produzidos em condições climáticas extremas. Na explanação, comentará sobre a importância de elementos como terroir, clima, poda e adubos na produção de vinhos e espumantes, resultando em bebidas de excelência. Ele também comandará uma degustação com diferentes estilos de espumantes brasileiros.

Apaixonado pela cultura latino-americana, Cooper obteve seu Master of Wine com um estudo focado no Vale de Itata, no Chile. Escritor e consultor em vinhos, ele é juiz regular na Decanter World Wine Awards e na International Wine Challenge – as principais competições de vinhos do mundo. A vinda do especialista ao Brasil será uma oportunidade ímpar para profissionais e amantes de vinhos qualificarem seus conhecimentos.

Para assistir à palestra do Master of Wine Alistair Cooper é necessário adquirir o ingresso para a feira e, também, a inscrição adicional antecipada para o encontro pelo site www.winesa.com.br. As vagas são limitadas a 40 participantes.

O que é um Master of Wine

O título de formação Master of Wine, concedido pelo Institute of Masters of Wine, é o mais respeitado no mundo – principalmente em razão do rigor e dos altos padrões de exigência associados a sua concessão. Apenas 370 pessoas possuem essa capacitação, atualmente – que as qualifica como gabaritados entendedores sobre o mundo do vinho. Para obter a titulação é preciso vencer uma série de exames ministrados pelo programa de ensino britânico.

Vinhos ‘Made in Brazil’
De acordo com balanço divulgado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), o setor vitivinícola nacional teve crescimento de 17% no valor das exportações em 2017. A venda de vinhos e espumantes lidera o desempenho positivo, sinalizando 60% dos US$ 15 milhões exportados no último ano, com aumento de 47% no valor comercializado. Países da América Latina, os Estados Unidos e o Reino Unido configuram os cinco principais compradores das bebidas brasileiras.

A Wine South America
Principal destino enoturístico do Brasil, a Serra gaúcha respira a cultura do vinho – por isso, não poderia haver melhor lugar do que Bento Gonçalves (Capital Brasileira da Uva e do Vinho) para a realização da Wine South America. Promovida pela Milanez & Milaneze, subsidiária da italiana Veronafiere, que promove a Vinitaly, a feira reunirá cerca de 250 marcas expositoras, entre elas as principais vitivinícolas brasileiras e prestadores de serviços para o segmento.

No encontro, os participantes terão a oportunidade de promover o consumo e a comercialização dos produtos da indústria sul-americana de vinhos, especialmente brasileira, mirando na internacionalização do setor. Também haverá espaço para produtores de destilados, azeite e olivicultores. São aguardados cerca de 10 mil visitantes do Brasil e do exterior.

SERVIÇO
O quê: Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho.
Quando: de 26 a 29 de setembro
Onde: Bento Gonçalves, RS
Endereço: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (alameda Fenavinho, 481)
Inscrições: Valores para consulta no site www.winesa.com.br

Fonte: Exata Comunicação e Eventos