Mais de cem jovens são incorporados no Serviço Militar no 6º BCOM e 8ª CIACOM

No último dia 1º de março, ocorreu no pátio de formaturas do 6º Batalhão de Comunicações (6º BCOM), a formatura de incorporação dos novos recrutas da corporação e também da 8ª Companhia de Comunicações (8ª CIACOM), com sede nas instalações do batalhão.

Após a reestruturação ocorrida no Exercito Brasileiro, há cerca de três anos, o batalhão teve o efetivo reduzido no município e passou a contar com mais uma companhia, no total, são 131 novos recrutas incorporados neste ano, 95 no 6º BCOM, e outros 36 na 8ª CIACOM. A formatura de incorporação contou com a presença de familiares e amigos dos novos recrutas.

Desse total 83% dos novos soldados do 6º BCOM, são voluntários, ou seja, queriam servir ao exército. Na 8ª CIACOM o número é ainda maior, 97%. Na primeira seleção para o serviço deste ano, ocorrida em agosto do ano passado, 950 jovens se apresentaram, desse montante 39 % foram voluntários (cerca de 370), 450 foram selecionados para a segunda inspeção, sendo 131 designados a servir.

Como funciona o Serviço Militar Obrigatório

O processo que culmina no Serviço Militar Obrigatório, inicia no alistamento militar. Nesse ano por exemplo, o processo foi aberto no dia 2 de janeiro e segue até o último dia útil de junho. Todos os jovens que completam 18 anos em 2019 (nascidos em 2001), devem se alistar.

Após o alistamento, no mês de agosto, ocorre a primeira seleção, onde todos os alistados se apresentam no quartel e passam por exames médicos, avaliações, entrevista, entre outros. Após essa primeira etapa, ocorre no mês de dezembro a inspeção de designação, onde parte dos alistados é designada a comparecer no batalhão novamente no mês de fevereiro do ano seguinte, onde ocorre a última seleção para os jovens selecionados para o serviço militar.

A partir dessa etapa, no primeiro dia do mês de março do ano seguinte ao do alistamento, os chamados conscritos, ou novos recrutas, se apresentam e passam pela formatura de incorporação. A partir de então os recrutas passam por uma etapa de praticamente um mês internos no batalhão, o chamado período de internato, onde os, agora soldados do exército Brasileiro, passam por instruções diuturnamente.

Esse período, se estende até o final do primeiro semestre aproximadamente,o chamado período de formação básica, onde aprendem os princípios básicos de como ser um militar. Dentre as instruções estão o fardamento, a hierarquia e disciplina, o manuseio de armamento e ordem unida. Esse período é comum para todas as unidades militares.

Passado o período de formação básica, os soldados entram na etapa de formação qualificada, ou seja, serão qualificados para desempenhar funções específicas de acordo com suas capacidades e de acordo com a função do aquartelamento, no caso de Bento Gonçalves, a Arma de Comunicações. O soldado será formado como um militar de Comunicações. Essa etapa se estende até o fim do serviço militar obrigatório, que é de um ano, ou, se o soldado assim desejar e foi aceito, por até sete anos, caso seja efetivado.

Fotos: 6º BCOM